Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

O Espaço Memória dos Exílios, no Estoril, promove na quinta-feira uma conversa ‘online’ com o dramaturgo Jean-Claude van Italie, nascido numa família que, em 1940, beneficiou de um dos vistos do diplomata Aristides de Sousa Mendes.

Jean-Claude van Italie, atualmente cidadão norte-americano, tinha três anos quando a família, de origem belga, conseguiu evitar a Europa ocupada pelas forças nazis e entrou em Portugal, graças aos vistos concedidos pelo então cônsul português em Bordeaux.

Sousa Mendes deslocou-se às cidades francesas de Bayonne e Hendaye na fronteira com Espanha, para outorgar os vistos aos milhares de refugiados que fugiam do domínio nazi.

Van Italie é autor de peças como “America Hurrah” (1966), uma crítica à intervenção militar norte-americana no Vietname, e lecionou, entre outras, nas universidades de Princeton e de Nova Iorque.

A conversa entre o dramaturgo e a coordenadora do Espaço Memória, Inês Fialho Brandão, realiza-se na próxima quinta-feira, às 22h00 (hora francesa), através da plataforne digital zoom:

https://zoom.us/webinar/register/WN_or-e9OLeTLeDAFgd8uhLHQ.

 

Comunidade
X