Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Com o objetivo de promover a associação «Santa Casa de Misericórdia de Paris», pela ocasião do seu 23° aniversário e para apoiar as famílias portuguesas em dificuldade em França, uma corrida «Courir pour la Miséricorde de Paris», será organizada no Domaine de la Cour Roland em Jouy-en-Josas (78), no próximo dia 1 de outubro.

Nesta corrida solidária, que já vai na sua quarta edição, estarão presentes a «madrinha», a Campeã olímpica Fernanda Ribeiro e o «padrinho», o ex-jogador e treinador Rui Barros.

A Filarmónica Portuguesa de Paris assegurará, por sua vez, a animação musical.

De ano para ano a corrida tem atraído um número significativo de participantes, mas segundo o Provedor da Santa Casa da Misericórdia, Joaquim Sousa, não aumentou como gostaria que aumentasse.

Após o verão, este é um momento forte para angariar dinheiro para ajudar os mais carenciados. «Vimos o númerp de empresas participantes a aumentar e não são propriamente as maiores que nos ajudam mais. Talvez pelo facto de alguns de entre eles terem também conhecido algumas dificuldades no início das suas atividades agora são mais sensíveis a este tipo de ações».

Se nas primeiras edições contou com cerca de 300 participantes, este ano a associação espera atrair mais pessoas e de todas as idades.

Joaquim Sousa apontou para o facto de não haver outra corrida à semelhança desta no seio da Comunidade portuguesa e por uma causa tão nobre. «Não é só levantar-se ao domingo de manhã, é também, vir, correr e passar um momento convivial com todos os presentes. Mas acredito que com o tempo as pessoas vão tomando consciência da importância destas ações».

O Provedor apontou como exemplo a noite de gala da Santa Casa de Misericórdia que no primeiro ano foi preciso mais tempo para encher a sala, e «nos anos seguintes, as pessoas afluíram facilmente». O jantar de gala já tem aliás data marcada para o próximo 18 de novembro, na sala Vasco da Gama, em Valenton e o responsável evocou também a recolha de géneros alimentícios e de roupas logo a seguir na primeira quinzena de dezembro.

Embora o número de necessitados ter estagnado estes últimos tempos, Joaquim Sousa recorda os tempos de grande crise em que vários casos de Portugueses solicitavam a Santa Casa semanalmente. «Ajudar através de um simples gesto é possível, e é graças à energia de muitos que conseguimos ajudar decentemente as pessoas».

As inscrições efetuam-se no site www.cpmdp.com e é possível inscrever-se na marcha ou nas corridas de 4 km e 8 km em solo ou em equipa. Mas para os menos desportistas, poderão também participar ou a caminhar ou a passar um bom momento, inscrevendo-se localmente no próprio dia.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 8 Votos
7.1
X