Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Créteil/Lusitanos iniciou época no National

USCL USCL USCL USCL USCL

O Créteil/Lusitanos versão 2019/2020 foi apresentado na Sala Vasco da Gama em Créteil. Quatro reforços foram anunciados e estavam presentes: o médio defensivo Mathias Llambrich, o avançado Karim Bouhmidi, o avançado Ryad Habbas, e o guarda-redes Over Mandanda.

Após terem sido Campeões de National 2, os Cristoliens vão agora integrar o Campeonato National, mas sempre com ambição, como referiu o Presidente do clube, Armando Lopes, e sempre com os pés bem assentes no chão, como afirmou Carlos Secretário, Treinador português da equipa.

 

Armando Lopes: “Terminar nos três primeiros lugares”

 

Como podemos antever esta temporada?

Para esta temporada foi importante guardar a maioria dos jogadores, 80%, e o staff técnico completo, fomos buscar um preparador físico. Vamos trabalhar para estarmos nos três primeiros lugares no Campeonato. Há três possibilidades para subir, vamos ter essas três possibilidades como os nossos concorrentes. Espero que a equipa possa atingir esse objetivo. É um objetivo geral da Administração. É um objetivo que o Maire de Créteil, Laurent Cathala, gostaria imenso também de atingir e de ver o Créteil/Lusitanos novamente na segunda divisão, como aconteceu durante muitos anos. Queremos estar nesses três primeiros lugares.

 

Sente que é possível?

Temos uma equipa para estar nos três primeiros lugares. Estou convencido. Ainda vamos talvez reforçar com um ou dois jogadores. Mas acho que é o conjunto, o coletivo que pode fazer a diferença. Temos de aproveitar também o dinamismo que vem do ano passado. Estou convencido, mas o futebol é assim, a bola é redonda e todos os adversários pensam como nós. Vamos trabalhar e é pelo trabalho que conseguimos vencer. Isso é igual no futebol como nas empresas.

 

Dirige 13 empresas, como se dirige um clube?

É a 14ª empresa. Um clube de futebol dirige-se como uma empresa, é o que eu faço.

 

Chegaram reforços à equipa, como se têm integrado?

Os jovens que chegaram estão impressionados com as condições de trabalho que têm aqui. Tudo tem sido positivo. Espero que tudo esteja bem preparado para o arranque do Campeonato em agosto.

 

No ano passado foi Campeão, mas foi um Campeonato complicado?

Foi de facto um ano muito difícil, sobretudo porque havia apenas um clube que podia subir e foi o nosso caso. Apenas um subiu, fomos nós, e apenas houve um Campeão de França [ndr: National 2] e também fomos nós, nos quatro grupos que compõem o National 2. Marcamos mais pontos, mais golos e somos Campeões de França. Essa recompensa vamos recebê-la no estádio Duvauchelle. Quero agradecer todos aqueles que nos têm ajudado: patrocinadores, público, jogadores, staff técnico, e o Conselho de Administração.

 

O que pode prometer para este ano?

Posso prometer que farei tudo com a minha Direção para que tudo funcione em torno da equipa e regressar à segunda divisão.

 

Carlos Secretário: “Vamos trabalhar e tentar dar alegrias aos adeptos”

 

Quais são as expectativas para esta nova época?

Vamos continuar a fazer o nosso trabalho. Sabemos que vai ser uma época diferente, muito difícil, muito desgastante, com grandes equipas num Campeonato mais exigente. Felizmente para nós conseguimos manter a maior parte do grupo do ano passado com algumas entradas. Alguns jovens que poderão dar-nos alguma qualidade. O nosso foco é jogo-a-jogo. Iremos lutar com todas as nossas forças para jogo após jogo, tentar dignificar ao máximo a camisola deste clube.

 

Há mística no Créteil/Lusitanos?

Mística? Acho que no ano passado conseguimos formar um grande grupo, uma grande família. Temos as nossas regras e os jogadores sabem que as têm de cumprir, e nós também perante o clube. Trabalhamos todos juntos e isso é importante. Este ano será igual. O nosso objetivo é jogo a jogo, lutar. O discurso do Presidente é um discurso ambicioso, mas ao mesmo tempo temos que ter os pés bem assentes no chão, porque sabemos que é uma época extremamente difícil. Acabamos de subir, não temos medo de assumir objetivos, mas é jogo a jogo, trabalhar ao máximo, e mais para a frente, logo se verá o que é possível. É uma época bastante difícil, um Campeonato bastante difícil.

 

O que podemos dizer sobre o clube?

O Créteil/Lusitanos é um grande clube até pelas condições de trabalho que oferece, não só à equipa técnica como também aos jogadores. É um clube apetecível para qualquer jogador e qualquer Treinador. Vamos lutar com todas as nossas forças para dignificar este clube.

 

Este campeonato National é diferente?

É uma divisão diferente com apenas um grupo, com muitas deslocações, com jogadores mais experientes, com um futebol muito mais organizado. Vai ser uma época muito dura para nós.

 

O Créteil/Lusitanos pode chegar aos lugares cimeiros?

Se perguntarmos a todos os Treinadores e a todos os Presidentes, todos terão um discurso ambicioso. O nosso Presidente, Armando Lopes, teve um discurso ambicioso, sabendo no entanto que o Campeonato é extremamente difícil. O que prometemos é trabalhar, dignificar esta camisola, tentar ao máximo praticar um bom futebol, com a ajuda de todos. É importante entrar bem neste Campeonato.

 

Quer deixar uma mensagem para os adeptos?

Agradeço o apoio que nos deram na época passada e espero que continuem a apoiar-nos, porque é fundamental. Queremos dar-lhes alegrias.

 

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
5.6
X