Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Na vila de Ternay (69), nos arredores de Lyon, foi criada uma nova associação com um rancho folclórico e que tem por nome: “Verde Minho”.

Nesta cidade com cerca de 5 mil habitantes, a sul de Lyon, muito perto do eixo rodoviário A6, a Comunidade portuguesa é muito numerosa.

“Somos perto de quarenta pessoas no rancho, e de todas as idades. São cerca de dez pares a dançar, e o resto são os músicos e as cantadeiras. Representamos a região do Minho, claro, e especialmente a zona de Barcelos e de Braga, de onde somos quase todos oriundos” explica António Pereira, o Presidente desta nova associação. “Oficialmente já estamos registrados na Préfecture de Lyon desde o dia 30 de abril de 2017. Por enquanto os nossos aderentes são os membros do rancho, mas temos expectativas de termos muitas adesões de Portugueses e de Franceses que vivem nesta região a sul de Lyon”.

As principais atividades da associação vão ser a de organizar jantares de convívio, e passeios durante o ano. “O nosso Festival anual de folclore já está planeado para o mês de maio próximo”.

“Queremos manter sempre viva e transmitirmos aos nossos jovens estes valores da nossa cultura popular, que é o Folclore” concluiu ao LusoJornal o Presidente António Pereira.

A Mairie de Ternay cedeu um local para os ensaios do rancho, todas as semanas, e também prometeu de lhes atribuir a Sala de Festas municipal, para a orgalização de festas.

A Direção atual é composta por António Pereira (Presidente), com três Vice-Presidentes – Daniel Silva, Manuel Silva e Maria José Carvalho – a Secretária Maria de Fátima Silva e a Tesoureira Paula da Rocha.

A primeira atuação oficial do rancho decorreu na Casa Oliveira, em Grigny, que os ajudou nas suas premícias, com locais e também financeiramente.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
8.5
X