Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Dancefloor: uma chuva de estrelas em Leiria (2° dia)

Yves VPirukaRich & MendesMassivedrumKuraAlex TCoone

Para aqueles que não vão poder assistir à primeira parte do Leiria Dancefloor que começa já no próxima sexta-feira, poderão no sábado à noite divertir-se com os nomes anunciados pela organização: Kura, Yves V, Coone, Piruka, Massivedrum, Rich & Mendes e Alex T.

Pela primeira vez este festival de música que se define como a maior discoteca portuguesa não se vai adormecer no sábado de manhã mas recomeça na noite seguinte com outros nomes musicais. Já na sua 3° edição,a organizadora do evento, 2Mevent, empresa criada em Paris por Tiago Martins, quer apostar uma vez mais na originalidade dos artistas e levar até ao público músicos e Dj’s que só naquele momento preciso irão atuar em Portugal.

 

Kura

A começar por Kura, o DJ e produtor português é o único DJ e produtor português assinado pela Spinnin Records, a maior editora mundial de EDM.

Kura tinha apenas 11 anos quando a sua atenção pela música começou. No início de 2000 os seus sentidos focaram-se no disco filtrado do French Touch de Martin Solveig, Modjo, Black Legend e no big beat dos seus heróis musicais, os Daft Punk.

Kura adora música independentemente de ser alternativa ou comercial. A rádio da escola estava a um passo e foi nela que aprendeu a arte de escolher música para tocar para um público.

2014 é o ano de todas as consagrações, Kura vence o prémio de Melhor DJ Nacional nos prémios da Rádio Nova. A sua atuação no palco principal do maior festival de verão português, o MEO Sudoeste, foi a consagração definitiva de um percurso que apontava desde o seu início para voos muito altos.

2016 começou em grande com ‘Calavera’, um tema que chegou ao número 1 da tabela de vendas do Beatport e contou com o apoio de muitos DJs de topo mundiais.

 

Yves V

Outro nome do cartaz, é Yves V, impressionante a subida de 21 lugares para nº 34 na tabela da DJ Mag Top 100 DJ’s, e que continua a brilhar com a magnitude de uma estrela cadente, com o seu lugar no ranking de 2016 marcando-o como um dos que mais subiram na indústria.

Os seus alinhamentos brilharam nos eventos mais emblemáticos que incluem Sensation, David Guetta em Concerto, Do not Let Daddy Know e Mysteryland, enquanto dominava pistas de dança internacionais conceituadas. No estúdio, a música de Yves V foi lançada por uma infinidade das melhores marcas de gravação. Tudo aquilo em que tocou teve o apoio de grandes nomes como David Guetta, Afrodjack, Martin Garrix, Armin van Buuren, o nº1 da radio Danny Howard e Pete Tong.

 

Coone

Quanto a Coone, desde muito jovem que foi hipnotizado pela música em todas as suas formas e feitios. A criação da sua própria marca de sucesso Dirty Workz foi um passo gigantesco na carreira deste jovem, permitindo-lhe levar a sua música além das suas próprias expetativas, mas também dando aos novos talentos da Hard Dance uma base sólida para criarem novos e excitantes sons em palco na onda da Dance Music.

Aos 24 anos de idade, Coone conseguiu concretizar algo praticamente impossível, esgotando um dos maiores espaços da Bélgica com mais de 10.000 fãs da Hard Dance num evento exclusivo – ‘Coone & the Gang’. O evento tornou-se sem sombra de dúvida num dos momentos mais memoráveis, que marcou o início de grandes coisas no seu futuro e abriu completamente as portas da Hard Dance na Bélgica, impulsionada pelos media.

A sua experiência levou-o a um novo “Desafio”: criar um álbum em 30 dias, com participação de algumas das super estrelas da onda da Hard Dance.

 

Piruka

Outros vão preferir Piruka – André Silva – nascido e criado em Madorna, Cascais. Com uma juventude marcada por problemas, Piruka refugiou-se na música para exprimir os seus sentimentos e relatar as suas vivências através de um rap “cru”, onde tenta retratar tudo o que o rodeia, os seus anseios, sem lugar a adornos ou floreados.

Em outubro de 2014 lançou o seu primeiro projeto, a mixtape “quatro cantos”, que o projetou para um ano de concertos e conquistas de norte a sul de Portugal e em Espanha. Em 2016, edita o seu segundo trabalho e primeiro composto por originais, “Para e pensa”.

O artista, dá-nos a conhecer um Piruka introspetivo mas, mais adulto e com outras abordagens sobre a vida. Emergente do movimento Hip-hop, de Dillaz ou Jimmy P, as suas letras retratam o dia a dia de um jovem, que quer ir mais além, através da sua mensagem pelos caminhos da música.

Com mais de 50 mil subscritores nas redes sociais, e mais de 8 milhões de visualizações no YouTube, sagre-se assim no 2º artista de Hip-hop a nível nacional, com mais seguidores nessa mesma plataforma.

 

Massive Drum

Outro artista esperado pelo público este ano é Massive Drum. Portugal há muito que se tornou um centro de talento criativo e Massive Drum faz parte do melhor que há no nosso país. Os seus feitos incluem ser um dos mais prolíficos e premiados produtores Portugueses com dois álbuns de originais, mais de 20 compilações, selecionadas e misturadas em nome próprio, e uma extensa lista de remisturas oficiais para artistas como Bob Sinclar, Liquideep, Mory Kantè, Alexandra Stan, e Pete Tha Zouk, entre muitos outros.

A sua criatividade musical não se deixa reduzir a um único género, e é nas suas atuações como DJ que Massive Drum consegue demonstrar toda a sua versatilidade ao serviço de um único objetivo: o de providenciar ao público uma experiência inesquecível. Da sua carreira fazem parte residências em clubs de renome, hoje prefere dividir a sua atenção entre clubs e festivais.

 

Rich & Mendes

Também Rich & Mendes são a dupla do momento. São Djs oficiciais da RFM, e djs residentes dos maiores festivais de música electrónica em Portugal, RFM Somnii-O maior Sunset de Sempre e RFM Beach Power.

Djay Rich e Dj António Mendes já contam com várias atuações nos maiores festivais. Contam já com várias faixas produzidas por ambos, algumas com parcerias e outras de sua autoria, como é o caso de Shiver e Titti Groove.

Contam já com 3 Cds e 2 Dvds gravados ao vivo e editados no mercado nacional. Fazem semanalmente o programa de radio RFM Somnii Radio Show, na RFM, e a Somnii web radio, disponível no site da RFM.

 

Alex T

Finalmente Alex T, ou melhor Alexis da Luz, 18 anos, tem vindo a criar um nome dentro do DJiing e da produção nacional e internacional, tendo já conseguido apoio de nomes como Diego Miranda, Kevu, Twiig, entre outros.

Já percorreu um bocado o país tendo já tocado no Nature Festival (Caldas da Rainha), Summer Fest (São Martinho do Porto), Semana Academica (Setúbal), Festival Secundário (Gouveia sob o seu alter-ego Unleashers), entre outros…

Não gostando de ficar preso a géneros, produz dentro da música eletrónica. Ao vivo, mantém-se o mesmo lema, variando nos estilos de música eletrónica, e saltando para outros registos, nomeadamente Rock, Rap, Hip-hop, entre outros.

 

www.leiriadancefloor.com

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
6.4
X