Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

O Deputado do PS Paulo Pisco, eleito pelo círculo eleitoral da Europa, foi eleito Presidente da subcomissão das Diásporas da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa, numa reunião que se realizou em Strasbourg.

Paulo Pisco era já vice-Presidente desta subcomissão desde janeiro de 2019, “tendo participado em inúmeras iniciativas no âmbito da valorização das diásporas, muito particularmente nas atividades da Rede Parlamentar para as Políticas das Diásporas”.

Nessas reuniões, estiveram em análise temas como os direitos políticos e a participação cívica, o papel das associações, o potencial económico, entre vários outros assuntos.

Nestas funções, segundo o Grupo Parlamentar do PS, Paulo Pisco foi também o autor de um relatório intitulado “Por uma Política Europeia para as Diásporas”, aprovado no plenário da Assembleia Parlamentar do Conselho da Europa no passado mês de junho.

Na sequência da sua eleição, o Deputado socialista “agradeceu a confiança que nele depositaram os membros da subcomissão, bem como o trabalho desenvolvido pelos anteriores Presidentes, particularmente Andrea Rigoni, Duarte Marques e Kilion Munyama”.

Na próxima reunião, assinala-se no comunicado do PS, Paulo Pisco apresentará um programa de trabalho que será desenvolvido no âmbito da subcomissão, no qual se destacam recomendações aprovadas no relatório “Por uma política europeia para as Diásporas”.

Entre outros objetivos, Paulo Pisco pretende que sejam ouvidas entidades e organizações, assim como promover a discussão sobre a importância de cada Estado-membro do Conselho da Europa e realizar um “mapeamento das suas diásporas, de forma a melhor reforçar os laços com o país de origem e a integração nos países de acolhimento”.

“A papel dos jovens e das mulheres na diáspora são outros dos temas que estarão sobre a mesa”, acrescenta-se na nota do Grupo Parlamentar do PS.

 

Comunidade
X