Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Sérgio Manuel de Araújo, que tinha desaparecido na quinta-feira passada, dia 21 de maio, do Hospital da Pitié Salpêtrière, em Paris, onde estava hospitalizado no seguimento de um AVC, foi encontrado esta manhã, “está bem de saúde”, confirmou o filho Cristiano de Araújo ao LusoJornal.

Sérgio de Araújo mora em Sainte Genneviève-des-Bois, mas estava hospitalizado, em recuperação, apesar de se mover com dificuldade e lentamente e ter dificuldades em falar.

Na quinta-feira à noite, por volta das 21h00, e saiu do hospital sem qualquer controle. Vestiu-se, mas deixou no quarto tudo o resto, nomeadamente documentos, telefone e dinheiro.

“Ele, depois de um AVC, não tinha as faculdades cognitivas todas e até dizia que vivia numa cidade onde já não morava. Estava completamente desorientado”, afirmou Cristiano de Araújo, em declarações à Lusa.

“Eu não consegui falar diretamente com as pessoas do hospital porque não deixam qualquer pessoa falar. O que disseram ao meu tio foi que isto acontece e que, de vez em quando, as pessoas querem ir embora e não as podem reter. Ora, ele nunca disse que queria sair”, indicou o filho.

A família sinalizou o desaparecimento à polícia, assim como contactou o Consulado de Portugal em Paris. Também bombeiros, Cruz Vermelha, transportes públicos e taxistas foram sensibilizados para este desaparecimento.

 

Comunidade
X