Dia 22 de janeiro

Donativos LusoJornal

 

1500: D. Manuel I determina que “não se pague moradia aos moços fidalgos” sem terem dado provas do domínio da língua, com certidão do mestre de gramática.

1561: Nasce o ensaísta, filósofo e político inglês Francis Bacon, autor de “The Advancement of Learning”.

1808: Invasões Francesas. A casa real portuguesa chega ao Brasil. As forças de Napoleão instalam-se em Lisboa.

1887: Morre António Maria Fontes Pereira de Melo, conselheiro do Rei, chefe do Partido Regenerador, primeiro titular das Obras Públicas. Tinha 67 anos.

1916: Nasce o compositor francês Henri Dutilleux.

1961: Operação Dulcineia. O capitão Henrique Galvão desvia o paquete Santa Maria, para o Brasil, com o objetivo de chamar a atenção da comunidade internacional para a ausência de liberdades fundamentais em Portugal.

1963: A França e a Alemanha assinam o Tratado do Eliseu, que sela a reconciliação entre os dois países.

1975: Primeiro Congresso do CDS. Nesse congresso, foi eleita a primeira Comissão Política, que teve como presidente e vice-presidente, respetivamente, Diogo Freitas do Amaral e Adelino Amaro da Costa.

2007: Morre, com 94 anos, o Abbé Pierre, Henri Grouès, fundador do movimento de luta contra a pobreza Emaús.

 

Este é o vigésimo segundo dia do ano. Faltam 343 dias para o termo de 2023.

Pensamento do dia: “O grande sim é o sim à morte”. E. M. Cioran (1911-95), escritor francês de origem romena.