Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

 

1471: D. Afonso V conquista Tânger.

1533: O último rei Inca do Peru, Atahualpa, é estrangulado por ordem do conquistador espanhol Francisco Pizarro.

1770: Nasce o pintor francês Jean Auguste Dominique Ingres.

1825: Portugal reconhece a independência do Brasil.

1915: Nasce a atriz de origem sueca Ingrid Bergman, protagonista de “Casablanca” e “Sonata de Outono”. Morreria exatamente 67 anos depois, em 1982.

1933: É criada a Polícia de Vigilância e Defesa do Estado (PVDE), antepassada da PIDE-DGS, polícia política e instrumento de repressão da ditadura do Estado Novo.

1949: A URSS testa a sua primeira bomba atómica.

1959: Um ano depois do apoio popular à campanha de Humberto Delgado, a Assembleia Nacional aprova a Lei 2100 que acaba com a eleição do Presidente da República por voto direto, substituindo-a por um colégio eleitoral restrito.

1975: É assinado um acordo de cessar-fogo entre o MPLA e a UNITA.

1982: Morre, aos 67 anos, a atriz Ingrid Bergman, protagonista de “Casablanca” e “Sonata de Outono”.

1987: Rosa Mota conquista título mundial da maratona, em Roma (2:25.17 horas).

1990: Morre, com 59 anos, o escritor e dramaturgo português Bernardo Santareno, autor de “O Pecado de João Agonia” e “Português, Escritor, 45 anos de idade”.

2002: É feita a primeira lide de morte em Barrancos, em situação de legalidade, desde 1928.

2007: Morre, com 91 anos, Pierre Messmer, gaullista histórico, antigo primeiro-ministro francês.

 

Este é o ducentésimo quadragésimo primeiro dia do ano. Faltam 124 dias para o termo de 2022.

Pensamento do dia: “Os governantes detêm o seu poder apenas pelo consentimento dos governados”. John Locke (1632-1704), filósofo inglês.

X