Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Dia da Língua Portuguesa na Unesco vista pelos alunos de português

LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga LusoJornal / António Borga

Na tarde do dia 22 de maio de 2019, as turmas do 9° ano (Troisième), 10° ano (Seconde) e 11° ano (Première) da Secção Portuguesa do Liceu internacional de St Germain-en-Laye foram para a sede da Unesco, em Paris, no âmbito de celebrar o dia da língua portuguesa.

Na sala onde decorreu a celebração – iluminada com holofotes verdes, vermelhos e amarelos relembrando as cores de várias bandeiras de países lusitanos -, todos puderam ouvir os discursos oficiais de um alto-dignatário da Unesco, do Embaixador de Cabo Verde e também responsável da CPLP na mesma organização internacional, que terminaram com uma «foto de família».

Em seguida, os alunos e professores presentes puderam assistir à projeção de fotos e vídeos dos trabalhos dos alunos dos ensinos primário e secundário finalistas do concurso da Coordenação Geral do Ensino do Português em França dedicado à comemoração do centenário de Sophia de Mello Breyner Andresen. Depois, uma aluna da turma de Seconde do Lycée International de Saint Germain-en-Laye e três alunos do Lycée Alexandre Dumas de Saint Cloud declamaram excertos de Germano de Almeida, para prestar homenagem a este autor galardoado pelo prestigiante Prémio Camões, em 2018.

Na assistência, estavam também alunos do Liceu Montaigne e da Associação Portuguesa de Pontault-Combault, além de diversas personalidades do mundo artístico e político lusófono. Antes da mesa redonda, o público pode apreciar o Batteria Show que os alunos gostaram de descobrir, sobretudo devido à voz da vocalista. Chegaram depois os humoristas Ricardo Araújo Pereira, Fary Lopes e Maria Fernando Cândido, que serviu de moderadora para a mesa redonda. Esta foi muito animada e Ricardo Araújo Pereira conseguiu pôr a assembleia a rir com as suas piadas. Para concluir a celebração, o grupo português Stereossauro (com Dino D’Santiago e Chullage) deu um concerto de uma hora para apresentar o novo álbum.

A comemoração acabou às 18h30 e os alunos voltaram para casa felizes com a tarde que passaram, não só por terem descoberto novos grupos musicais, mas também pela diversidade cultural que encontraram. Só tivemos pena de o Fary Lopes não ter tido o destaque que merecia.

 

Inès Chévrier da Costa é aluna de Première da Secção Portuguesa do Liceu Internacional de Saint Germain-en-Laye.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.8
X