Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Cultura

 

A Dyam Produções, dirigida por José Antunes, anuncia uma série de concertos em Paris para o segundo semestre deste ano, a começar por um concerto do Cabo-verdiano Djodje no Olympia, já no dia 2 de setembro, mas também integrando espetáculos de Pedro Abrunhosa, José Cruz e Diogo Piçarra. Emanuel também está anunciado para março de 2023.

Djodje é o “artista do momento” em Cabo Verde e “um dos nomes mais célebres da música afro-portuguesa da atualidade” como indica o site de reservas da Dyam. Vai cantar no dia 2 de setembro, no Olympia de Paris. Este “Mininu di Oru” espera encher aquela que é uma das mais prestigiosas salas no mundo, depois de ter esgotado o Coliseu dos Recreios de Lisboa e o Campo Pequeno.

O concerto de Pedro Abrunhosa, que dispensa apresentações, está agendado para o dia 23 de outubro, na Cigale. José Antunes promete um concerto “intimo, cru” como só Pedro Abrunhosa sabe fazer, acompanhado ao piano.

Diogo Piçarra também tem concerto marcado para a Cigale, no dia 12 de novembro, integrado numa digressão do artista por vários palcos, sozinho com os seus instrumentos e com um “cenário surpreendente”, assegura a produtora de José Antunes. Nesta digressão, Diogo Piçarra promete convidar um artista diferente em cada concerto, para partilhar o palco. Não se sabe ainda quem o acompanhará a Paris.

José Antunes vai organizar também dois espetáculos com o humorista José Cruz. O primeiro no Palais de la Mutualité de Lyon, no dia 5 de novembro, e o segundo no L’Européen, em Paris, no dia 11 de dezembro.

A Dyam anuncia já um outro concerto em Paris, no Olympia, no dia 5 de março de 2023, com o cantor popular Emanuel.

 

Donativos LusoJornal
X