Estados Gerais da Lusodescendência terão lugar nos dias 28 e 29 de janeiro em Paris

Associações

 

Depois de dois anos de encontros digitais, a associação Cap Magellan vai organizar a 4ª edição dos Estados Gerais da Lusodescendência nos dias 28 e 29 de janeiro, em modo presencial, na Casa de Portugal André de Gouveia, com o tema “Trabalhar juntos” destinados a dirigentes associativos e a professores.

“Para o tema desta edição, numa altura de pós-Covid, depois da temporada França-Portugal 2022, onde centenas de eventos culturais foram apresentados, e a amizade entre Portugal e França promovida, sentimos a importância e a necessidade de fortalecer a rede da lusofonia em França como uma verdadeira alavanca para a promoção da cultura e da língua portuguesa” diz uma nota de imprensa enviada ao LusoJornal.

A associação vai dividir o encontro em três “blocos”: um direcionado aos professores, outro aos dirigentes associativos e outro ainda a todos os participantes sobre “Dinamização das redes”.

Segundo a associação, no dia 28, o evento vai ter, na sessão de abertura, a intervenção de José Augusto Duarte, Embaixador de Portugal em França, Ana Paixão, Diretora da Maison du Portugal e Anna Martins, Presidente da Cap Magellan.

Ainda segundo a associação, durante os Estados Gerais da Lusodescendendência estarão presentes João Paulo Correia, Secretário de Estado da Juventude e Desporto, Miguel Fontes, Secretário de Estado do Trabalho, Pedro Teixeira, Secretário de Estado do Ensino Superior “que se fará representar pela Delegação do Ensino Superior”, e Carlos Oliveira, Cônsul-Geral de Portugal em Paris. Também estão anunciadas as presenças da Fundação da Juventude, da Fundação Inatel, do Programa Regressar, da Agência Erasmus+, a Delegação em França da Federação do Folclore Português entre outros intervenientes.

A associação anuncia ainda um encontro com Tiago Martins, autor do livro “L’histoire du Portugal dans mon assiette” e a projeção do filme “Alma Viva” na presença da realizadora Cristèle Alves Meira e de alguns atores.

 

Donativos LusoJornal