Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

O Treinador português Paulo Sousa, que deixou o Bordeaux em agosto de 2020, é o novo Selecionador da Polónia, substituindo Jerzy Brzeczek, cuja saída do comando técnico foi tornada pública na segunda-feira, anunciou hoje a Federação Polaca de Futebol (PZPN).

“Estou muito feliz e orgulhoso por me tornar Selecionador de futebol da Polónia. A Polónia é um país de futebol. […] Juntos seremos capazes de lutar pelo próximo Campeonato da Europa”, disse Paulo Sousa, em declaração reproduzida durante uma videoconferência de imprensa do Presidente da PZPN, Zbigniew Boniek.

Paulo Sousa vai orientar a Seleção polaca no Euro2020, adiado para 2021 devido à pandemia de Covid-19, no qual a Polónia – que conta com o avançado Robert Lewandowski, designado pela FIFA melhor jogador mundial em 2020 – ficou integrada no grupo E, em conjunto com Espanha, Suécia e Eslováquia.

“A equipa tem grande potencial. Tem jogadores de grande qualidade. Com uma mentalidade ganhadora, disciplina, organização e a atitude certa, juntos, comigo e o meu ‘staff’, apoiados por toda a nação, seremos fortes”, sustentou o Treinador, de 50 anos.

O Técnico português agradeceu a Boniek, antigo jogador, considerado um dos melhores da história do futebol, e à federação polaca a “oportunidade de abraçar este grande desafio”, manifestando-se confiante de que “todos os polacos ficarão orgulhosos da seleção do seu país”.

Acompanham o novo Selecionador da Polónia os Portugueses Manuel Cordeiro e Paulo Grilo, que coadjuvaram Paulo Sousa durante o período em que orientou o Bordeaux e que vão desempenhar as funções de Treinador adjunto e Treinador de guarda-redes, respetivamente.

Paulo Sousa, que iniciou a carreira nos escalões de formação da seleção portuguesa, vai comandar pela primeira vez uma seleção principal, depois de já ter treinado vários clubes mundiais, o último dos quais o Bordeaux, de França, entre março de 2019 e agosto de 2020.

Além de Paulo Sousa (Polónia), e de Fernando Santos (Portugal), na equipa das ‘quinas’, também orientam atualmente seleções Paulo Bento (Coreia do Sul), Hélio Sousa (Bahrain), Pedro Gonçalves (Angola), Luís Gonçalves (Moçambique), António Conceição (Camarões) e José Peseiro (Venezuela).

 

Desporto
X