Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Cultura

 

 

Este sábado, dia 26 de março, a fadista Tereza Carvalho canta no Centro Cultural de Ormesson-sur-Marne (94), a convite do Comité de geminação desta cidade da região parisiense, acompanhada por Lino Ribeiro à guitarra portuguesa e por Pompeu Gomes à viola. O espetáculo vai ser apresentado por Carlos Tavares e na primeira parte do concerto vai cantar Joana Veiga.

Radicada em França desde 2015, originária da aldeia de Romeu, a poucos quilómetros de Mirandela, Tereza Carvalho diz que nasceu no Fado. “As minhas avós cantavam Fado, cantavam poemas inventados por elas, que falavam de histórias verdadeiras. Histórias de amor, de desamores, de guerra, de solidão, de saudade, histórias que compartilhavam entre vizinhos nos saraus” explica ao LusoJornal.

Aos 12 anos de idade começou a cantar em público. “Integrei um grupo de Fados que era composto por amigos bem mais velhos do que eu”. O grupo chamava-se “Fado Nostrum” e assim iniciou uma carreira que ainda hoje continua. “Foi assim que me ‘casei’ com o Fado” garante.

Afirma-se “Amaliana” e acrescenta “como a maior parte dos Portugueses”, mas confessa que gosta de ouvir “todas as novas vozes do fado. Penso que são uma mais valia para preservar a nossa cultura e o nosso país”.

Entretanto, Tereza Carvalho já editou dois álbuns “Alma”, gravado em 2015 e “Gotas de Fado” em 2019. “Quando canto, entro num mundo só meu. Depois… cada um interpreta e ouve à sua maneira” diz ao LusoJornal.

 

Sábado, 26 de março, 19h30

Centre Culturel d’Ormesson

14 avenue Wladimir d’Ormesson

94490 Ormesson-sur-Marne

Réservations: 06.31.76.28.46

 

Donativos LusoJornal
X