Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Festival de música eletrónica Dancefloor, organizado a partir de Paris pela 2M Event de Tiago Martins, vai voltar ao Estádio Municipal de Leiria nos dias 27 e 28 de julho e quer crescer até ser o Tomorrowland português, assumiu a organização.

Nicky Romero e Blasterjaxx são cabeças de cartaz da quarta edição do festival, desde o ano passado dedicado à música eletrónica, depois de ter começado com nomes mais populares, para atrair a Comunidade emigrante que regressa de férias a Portugal no verão.

Contudo, a concorrência de «muitas câmaras e aldeias que fazem festas gratuitas» dificultou o sucesso do Dancefloor e, em 2017, a organização decidiu mudar o conceito do festival, redirecionando-o para outro público. «Em Leiria não havia nada à volta dedicado à música eletrónica. Analisei o que se fazia em termos mundiais e europeus e pensei: e se fizéssemos aqui, neste estádio, o Tomorrowland português? Não vai ser este ano, mas estamos a dar os passos para encher este espaço», afirma Tiago Martins, da 2M Event, referindo-se ao festival belga, referência da música de dança.

A produtora percebeu que «a música eletrónica puxa e traz muita gente», não só de Portugal, «onde o mercado é muito forte», mas também «de Inglaterra, Holanda, França, Espanha… O evento está a ganhar importância e a criar uma dinâmica muito forte», sublinha o organizador.

Durante dois dias, o Dancefloor quer transformar o Estádio Municipal de Leiria na «maior pista de dança do país», com especial enfoque no ‘hardstyle’, «o futuro da música eletrónica», e um cartaz «diferente de outros festivais».

O Dancefloor Leiria começa no dia 27 de julho, com Nicky Romero como cabeça de cartaz. O programa integra ainda Vinai, Will Sparks, Zatox, Noisecontrollers, Kevu e Vendark. Blasterjaxx é o destaque do segundo dia, 28 de julho, que também contará com Borgore, Carnage, Tujamo, New_ID e Audiotricz.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
4.7
X