Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Fim das atividades na Pastoral Portuguesa de Lyon antes de férias

No domingo dia 30 de junho, na paróquia de Sta. Família, decorreu a celebração da Eucaristia onde as Comunidades dos quatro polos de celebração das cidades de Lyon e de Vileurbanne reuniram, e onde os grupos corais animaram a celebração. Cerca de 35 cantores, dirigidos por Cristina e Filipe, entoaram os cânticos religiosos da celebração e no final tiveram os agradecimentos e aplausos de toda a assembleia presente e em especial do Capelão Padre Eric Besson que também agradeceu todo o empenho e a fidelidade que manifestaram durante todo o ano na preparação das celebrações e também a presença assídua em todas as manifestações e animações da Pastoral.

Durante este dia, houve várias animações lúdicas com jogos de cartas descobertas e grandes momentos de dança e com animação de Dj Edelson. Os meninos dos dois polos da Catequese tiveram momentos de jogos musicais, futebol e descoberta.

“As jornadas de portas abertas estão previstas nas mesmas datas em Villeurbanne e em St Foy, nos dias 7 e14 de setembro próximo. Nestes dias, as informações serão dadas aos pais como inscreverem os seus filhos e também sobre o conteúdo do programa catequético que nos é proposto pelo Episcopado português” explica a catequista Isabel. “Este ano temos de agradecer todos os pais e as Comunidades pelo sucesso do percurso, e isto nos dois polos, mas temos também a lamentar a ausência de muitos meninos durante o ano, indo até 12 faltas, o que não facilita a formação, sabendo que estamos a prever 32 dias de catequese durante o ano. Os pais têm que se responsabilizar mais, e não terem atitudes muito ligeiras, pois nós estamos aqui para os ajudar a construírem espiritualmente e a guiarem os seus filhos, mas se eles não se esforçam a serem mais responsáveis, vai ser difícil” diz ao LusoJornal.

“A mensagem que podemos deixar é que a espiritualidade, a religião, tem que ter um grande lugar na vida de cada um, se isto não acontece é a porta aberta para um vazio destruidor no decorrer dos anos. O Papa Francisco disse: temos que dar um lugar a Deus e às suas obras nas nossas vidas, pois se isso não acontece, serão as forças do mal com os seus objetivos de destruição que se instalarão nas nossas vidas” concluiu a Catequista Isabel.

No domingo dia 30 de setembro um grupo de jovens adultos que seguem a formação para o sacramento da Crisma, participou numa jornada de descoberta da Abadia de Pradines, no departamento da Loire, onde 50 monjas, irmãs dominicanas vivem em oração. Uma das irmãs, de origem portuguesa, veio ao encontros dos jovens estabelecendo um diálogo de informação o que foi de muito agrado de todos os presentes. “Este grupo será crismado no mês de maio do ano 2020, na Catedral de S. Paulo com a Comunidade francesa” informou o Padre Cónego Eric Besson.

O início das missas em português vai ter lugar no domingo 22 de setembro, às 11h00, em St Foy-les-Lyon e em Villeurbanne.

 

LusoJornal Artigos

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.4
X