Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O FC Porto sagrou-se campeão português de juniores de futebol, ao vencer em casa o Sporting de Braga, por 2-0, em jogo da 14.ª e última jornada da segunda fase do campeonato.

Os ‘dragões’, que já tinham conquistado a UEFA Youth League esta temporada, precisavam de vencer para recuperar três anos depois o campeonato, terminando a prova com 37 pontos, mais um do que o Benfica, que venceu o Sporting, por 2-0.

O treinador da equipa de juniores do FC Porto, Mário Silva, que conquistou o título português de futebol do escalão, apelidou a época da equipa como “de sonho”.

“Só vamos dar o real valor quando acordarmos. Foi uma época de sonho. Conseguir ganhar duas competições, uma europeia, com o grau de dificuldade que tem, e uma nacional com a categoria dos adversários que tivemos. Foi a vitória do acreditar e da coragem. Os jogadores nunca atiraram a toalha ao chão, nunca baixaram o nível e o ritmo. Sempre trabalharam, sempre acreditaram. Foi uma época de sonho para todos nós. E provavelmente irrepetível. Melhor é impossível, mas fazer igual vai ser muito difícil”, afirmou Mário Silva, após o encontro com o Sporting de Braga.

Sobre o futuro, e a continuidade no FC Porto, clube com quem tem mais uma época de contrato, Mário Silva colocou muitas dúvidas.

“Em relação a mim é sensação de dever cumprido. Faço o meu trabalho tentando ser melhor a cada dia, tentando a cima de tudo ajudar os jogadores a crescer. O futuro não sei. Vamos deixar passar os festejos e vamos falar entre nós”, frisou.

Recorde-se que durante a carreira como jogador, Mário Silva representou o FC Nantes em França durante a época 2000/2001 onde realizou 25 jogos. O antigo lateral esquerdo também representou o Boavista, o FC Porto, bem como os Espanhóis do Cádiz e do Recreativo Huelva.

Este é o 23.º título do FC Porto neste escalão, ficando com menos um troféu do que o recordista Benfica.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
9.8
X