Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Sporting de Braga e os franceses do Monaco, de Leonardo Jardim, empataram 0-0, num jogo de futebol ‘cinzento’ que serviu de apresentação aos sócios e adeptos minhotos para a temporada 2019/2020.

“Que a vossa ambição seja do tamanho da nossa paixão”, pediram as claques bracarenses numa tarja a uma equipa cujo objetivo é ficar entre os quatro primeiros classificados, ainda que o sonho do presidente, António Salvador, menos assumido esta época, é chegar ao título.

Apenas com Raul Silva indisponível, devido a lesão, Ricardo Sá Pinto, que substituiu Abel Ferreira no comando técnico dos bracarenses há cerca de três semanas, utilizou 22 jogadores (só não jogaram Lucas, David Carmo, Luther Sing e Stojiljkovic) e, naturalmente, o seu jogo ressentiu-se disso.

A duas semanas da estreia em competições oficiais, a 8 de agosto, na primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa, pode dizer-se que o futebol da equipa não entusiasmou, mas bateu-se ‘olhos nos olhos’ com um Monaco recheado de bons valores.

Orientada por Leonardo Jardim, a equipa monegasca apresentou no ‘onze’ inicial os portugueses Gil Dias (adaptado a lateral esquerdo), Rony Lopes e Gelson Martins, e entrou melhor, com Foster a colocar Matheus à prova logo aos cinco minutos.

Após o canto, o Monaco esteve novamente perto do golo, mas ninguém fez a emenda final, após cruzamento de Gelson Martins.

O futebol dos ‘arsenalistas’ na primeira parte foi desgarrado e sem ideias. Na sua melhor jogada neste período, Hassan desperdiçou uma excelente ocasião para marcar, ao cabecear muito fraco após assistência de Pablo também de cabeça (36 minutos).

Em cima do intervalo, André Horta, o mais inconformado dos minhotos nesta fase, enviou a bola ao poste na conversão de um livre direto que não teve barreira por decisão do guardião francês.

A equipa bracarense surgiu na segunda parte com três alterações, Tiago Sá, Wilson Eduardo e Paulinho e este último por pouco não chegou a um passe de Fransérgio (58 minutos).

Foi o melhor período da equipa da casa e, aos 67 minutos, Murilo rematou praticamente à figura de Lecomte. Na sequência do canto, Wilson Eduardo tirou dois adversários do caminho e rematou cruzado, a rasar o poste.

O Monaco baixou de produção na segunda parte, mas, aos 76 minutos, Henrichs só não marcou porque o recém-entrado Eduardo fez uma grande defesa.

Claudemir, aos 86 minutos, respondeu com um remate de primeira que deu a sensação de golo, após bom cruzamento de Diogo Viana da direita, e, já nos descontos, foi Xadas, de livre, a obrigar Lecomte a bela defesa.

Ficha do Jogo

Estádio Municipal de Braga.

Sporting de Braga – Monaco, 0-0.

Equipas:

– Sporting de Braga: Matheus, Esgaio, Bruno Viana, Pablo, Sequeira, Palhinha, Fransérgio, André Horta, Ricardo Horta, Trincão e Hassan.

Jogaram ainda: Tiago Sá, Wilson Eduardo, Paulinho, Claudemir, Xadas, Diogo Viana, João Novais, Murilo, Eduardo, Tormena e Cajú.

Treinador: Ricardo Sá Pinto.

– Monaco: Lecomte, Chadli, Glik, Panzo, Gil Dias, Jemerson, Fàbregas, Traoré, Gelson Martins, Rony Lopes e Foster.

Jogaram ainda: Aholou, Golovin, Sibidé, Boschilia, Sylla, Ballo-Touré, Henrichs, Naldo e Pelé.

Treinador: Leonardo Jardim.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
7.6
X