Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A terceira jornada da Liga Europa de futebol decorre nesta quinta-feira com um clube português e três franceses em prova.

O Sporting Clube de Portugal recebe o Arsenal, numa fase em que os dois clubes contam com seis pontos no Grupo E, enquanto os Azeris do Qarabağ FK e os Ucranianos do Vorskla.

Do lado dos franceses, o Marseille defronta os Italianos da Lazio, o Bordeaux joga frente aos Russos do Zenit, e o Rennes do lusodescendente Damien da Silva mede forças com os Ucranianos do Dínamo Kiev.

O LusoJornal falou com o médio português David Caiado, de 31 anos, que representou dois clubes ucranianos: o Tavriya Simferopol e o Metalist Kharkiv. David Caiado abordou o jogou do Rennes, mas também falou do Sporting Clube de Portugal, onde foi formado, e fez um ponto da situação em relação à sua carreira, ele que está agora na Roménia, no Gaz Metan.

 

O que podemos dizer do adversário do Rennes, os Ucranianos do Dínamo Kiev?

A equipa do Dínamo Kiev está uns furos abaixo do que era nas últimas temporadas. Houve um claro desinvestimento na equipa. Por acaso vi que o titular na frente do ataque do Dínamo é um jogador que era suplente no Metalist Kharkiv quando eu lá estava. Apesar de ser jovem naquela altura, era suplente e não tinha uma grande qualidade. O Dínamo tem uma equipa bastante jovem e não tem apostado nos estrangeiros como noutras alturas. É uma equipa inexperiente nesta Liga Europa. É sempre o Dínamo Kiev, mas não é aquele grande Dínamo Kiev.

 

Foi formado no Sporting, qual é a sua opinião sobre o encontro frente ao Arsenal?

Vai ser um jogo complicado. Penso que há uma mudança muito grande no Sporting CP, estando a atravessar uma fase à qual o clube não está habituado. Isto sobretudo no que diz respeito à estabilidade. O Treinador certamente também é diferente daquele que os adeptos pensavam ter. E o plantel tem um nível inferior àquele que teve noutras alturas. No entanto tem havido uma boa adaptação dos jogadores que estão lá. E não é a culpa dos jogadores que têm tido um bom desempenho.

 

O Sporting CP tem obtido bons resultados na Liga Europa de futebol?

Na Liga Europa tem havido uma adaptação boa. Mas agora vem o adversário mais complicado do grupo. No entanto até agora tiveram bons resultados. E na Liga Portuguesa vão aparecer resultados positivos porque o Sporting CP impõe respeito. A qualidade deste Sporting vai ser visível nos grandes jogos, frente ao Porto, ao Benfica e ao Braga. Aliás acho que o Sporting de Braga está por cima do Sporting CP neste momento.

 

A nível pessoal a época está a correr bem com o Gaz Metan?

Tem sido uma época bastante positiva. A equipa está no quarto lugar. Coletivamente está tudo a correr bem, e há sempre um ou dois jogadores que se destacam e neste momento faço parte daqueles que se destacam. No entanto temos de dar sobretudo importância ao trabalho coletivo. Estou feliz porque aos 31 anos, acabo por estar num momento muito bom na minha carreira. Este entusiasmo sente-se dentro do campo e estou a desfrutar desta fase. É um país diferente apesar de eu estar habituado aos países de Leste, mas tem-me surpreendido pela positiva. Tudo tem corrido bem e é trabalhar para que continue assim.

 

Já passou por vários Campeonatos, mas ainda não jogou na Liga francesa de futebol…

A França… já estive perto visto que nasci no Luxemburgo. Nunca houve esse desejo ou essa oportunidade para jogar em França, no entanto é um país que eu gosto bastante. Há muitos Portugueses em França e acho que hoje em dia tanto os jogadores como os Treinadores são muito mais aceites. Acabou-se por ganhar respeito em França. Apesar de sermos um país pequeno, temos muita qualidade. Admito que ir para França seria um desafio interessante.

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X