Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Neste sábado 22 de dezembro, no Estádio Adolphe Chéron, decorre o dérbi da comunidade portuguesa em França entre o Lusitanos de Saint Maur e o Créteil/Lusitanos. Os dois clubes ditos “portugueses” estão no quarto escalão do futebol francês, o campeonato francês de N2 ‘National 2’ de futebol.

Um encontro especial para a comunidade portuguesa mas igualmente para os jogadores. Hugo Silva, médio de 29 anos, representou o Lusitanos de Saint Maur na temporada 2015/2016, e veste agora a camisola do Créteil/Lusitanos desde o início desta época.

Para o LusoJornal, Hugo Silva falou deste jogo que tem um sabor especial para ele e para o público franco-português.

O que representa este dérbi ?

Representa uma rivalidade saudável entre clubes com ligações a Portugal. Que seja um bom espetáculo para o público.

Há mais pressão do lado do Créteil ?

Não há pressão para o Créteil, simplesmente é um jogo que queremos ganhar como os outros jogos. É o compromisso que temos como equipa, ganhar o máximo de jogos possíveis e este não foge à regra. O Lusitanos está no nosso campeonato então temos de jogar (fora e em casa), chegou o momento.

Para quem esteve dos dois lados, este jogo tem um sabor especial ?

Sim. É um sabor de grande orgulho ter tido a oportunidade de ter representado o Lusitanos e agora estar a representar o Créteil. Entrei na história do Lusitanos e agora espero entrar na história do Créteil. Irá ser um sentimento especial para mim.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
9.7
X