Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Lille defronta nesta domingo à noite o Paris Saint Germain num jogo que pode ditar o Campeão de França. José Fonte (no centro na foto), defesa português do Lille, quer vencer o PSG e impedir os festejos dos Parisienses no Estádio Pierre Mauroy.

Este encontro da 32ª jornada do Campeonato francês da primeira divisão é decisivo na luta pelo título. Se o PSG vencer ou empatar, é Campeão de França, mas se o Lille alcançar o triunfo em casa, os Parisienses não poderão festejar… pelo menos por enquanto visto que neste momento o Paris tem 81 pontos, enquanto os ‘Dogues’ têm 61 pontos quando faltam sete jornadas para o fim da liga francesa.

Para este embate o Lille não vai contar com o avançado português Rafael Leão que está suspenso, mas vai contar com três outros Portugueses: José Fonte, Xeka e Rui Fonte.

Em entrevista ao LusoJornal, José Fonte, internacional português, afirmou que quer vencer o encontro frente ao PSG, sendo que o objetivo é terminar no segundo lugar no Campeonato francês… atrás do Paris Saint Germain.

Como podemos antever o encontro frente ao PSG?

Vamos fazer tudo para ganhar ao PSG para alcançar o nosso objetivo. Vamos preparar o jogo para arrecadar os três pontos. Jogamos em casa, perante o nosso público, então vamos dar o nosso melhor para vencer. Eles também vão fazer tudo para ganhar. Vai ser um grande jogo sem dúvida alguma. A motivação está no máximo para entrar em campo e ganhar.

O título de Campeão de França vai ser merecido para o PSG?

Claro que sim, eles estão um nível acima dos outros, se não for mais. É uma equipa que, com o investimento que fez, tem dois jogadores por cada posição, e quase todos de nível mundial. É difícil competir com esse poderio financeiro. Mas, dentro das nossas capacidades, acho que o resto da Liga é uma liga competitiva. Cabe-nos a nós dar esse próximo passo para conseguirmos lutar com o PSG, é esse o nosso próximo objetivo.

O objetivo é acabar nesse segundo lugar?

Faltam sete jogos. Até ao fim muita coisa pode acontecer, muita coisa pode mudar. Cabe-nos a nós, continuar jogo após jogo, concentrados e arrecadar o maior número de pontos possíveis.

Apontou o seu 2° golo no campeonato no empate a uma bola frente ao Reims na semana passada…

Sabe a pouco porque não deu para ganhar frente ao Reims. Fica mais difícil saborear desta maneira. Não vencemos, então não valeu nada. Vamos continuar a trabalhar porque apenas as vitórias são importantes.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
7.0
X