Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O futebolista luso-francês Antoine Griezmann tornou-se jogador do FC Barcelona para a próximas cinco temporadas, ficando com uma clausula de rescisão de 800 milhões de euros, anunciou o clube da primeira liga espanhola.

Antoine Griezmann ingressa no bicampeão espanhol até 2024, após desvincular-se do Atlético de Madrid, clube onde esteve durante cinco anos, mediante o pagamento da cláusula de rescisão, cifrada em 120 milhões de euros.

O avançado lusodescendente, de 28 anos, sagrou-se campeão do Mundo pela França, em 2018, e, ao serviço dos ‘colchoneros’, venceu uma Liga Europa, também nesse ano.

O valor creditado ao Atlético Madrid, na sede da Liga espanhola, através do seu representante, é precisamente o mesmo que o clube ‘rojiblanco’ pagou ao Benfica pelo passe do internacional português João Félix, a 3 de julho.

O montante coloca o atleta, formado na Real Sociedad, no ‘top 3’ das transferências mais caras de sempre, que, além de João Félix, tem Philippe Coutinho, também do Barcelona, superados apenas pelo francês Kylian Mbappé, que, há duas épocas, o Paris Saint Germain recebeu por empréstimo do Monaco, com obrigação de compra por 145 milhões de euros, mais 35 em valores variáveis.

O brasileiro Neymar lidera a lista, após o clube parisiense ter, na mesma temporada, acionado a cláusula de rescisão do contrato com o Barcelona, que ascendia de 222 milhões de euros.

A chegada do internacional francês à cidade catalã terminou com a incerteza em relação ao futuro do jogador, que se adensou depois de Griezmann não ter comparecido no arranque dos trabalhos de pré-temporada dos vice-campeões espanhóis, atitude que foi condenada pelos responsáveis do clube de Madrid.

Depois das contratações do guarda-redes brasileiro Neto, ao Valência, do médio holandês Frenkie de Jong, ao Ajax, e do japonês Hiroshi Abe, ao Kashima Antlers, Griezmann é o quarto reforço dos catalães para a época 2019/20.

O avançado francês notabilizou-se ao serviço da Real Sociedad, com 52 golos em 202 encontros, transferindo-se em 2014 para Atlético de Madrid, ao serviço do qual conquistou uma Liga Europa e uma Supertaça europeia, em 2018, tendo perdido duas finais da Liga dos Campeões para o rival Real Madrid, em 2014 e 2016.

 

LusoJornal Artigos

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
4.6
X