Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Portugal inicia a sua participação no Grupo B da fase de qualificação para o Euro2020 frente à Ucrânia, a 22 de março, e com a Sérvia, a 25, ambos no Estádio da Luz, em Lisboa.

A Seleção Portuguesa começa a defesa do título europeu que conquistou em 2016 em França frente à Seleção Francesa por 0-1 após prolongamento com um tento do ‘herói nacional’ Eder.

O apuramento começa com a presença de dois ‘franceses’ na lista de convocados: o lusodescendente Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund) e com o defesa José Fonte que atua no clube francês do Lille.

Estes dois encontros também marcam o regresso do Capitão da Seleção Lusa, Cristiano Ronaldo, que não participou em nenhum jogo da Liga das Nações, mas que está presente para o início da defesa do título europeu.

De notar ainda que a lista conta com três jogadores que passaram pelo campeonato francês: João Moutinho, Bernardo Silva e Gonçalo Guedes. Os dois primeiros representaram o Monaco enquanto Gonçalo Guedes esteve ligado ao Paris Saint Germain.

Fernando Santos assume favoritismo

O selecionador Fernando Santos assumiu que Portugal é favorito a vencer a Ucrânia, no arranque do apuramento para o Euro2020 de futebol, mas lembrou a boa campanha que a equipa de Leste realizou na Liga das Nações.

“Se não vencer, será uma desilusão para mim. Somos favoritos, estamos a jogar em casa. Não tenho problema nenhum em assumir isso. Mas, do outro lado, está uma equipa que é também candidata a vencer. Estou convencido que, com as nossas armas, vamos vencer”, afirmou Fernando Santos.

Apesar de Portugal ter iniciado as qualificações para Euro2016 e Mundial2018 com derrotas, perante Albânia (1-0, em casa) e Suíça (2-0, fora), respetivamente, Fernando Santos negou que exista algum “fantasma” nesse sentido.

“Estamos a preparar o jogo para ganhar. Não temos fantasmas de não conseguirmos vencer o primeiro jogo. Realmente, é um facto. Começámos esses dois apuramentos a perder, mas também é verdade que acabámos os dois em primeiro. Ás vezes, infelizmente, as pessoas só tentam ver as partes negativas”, lamentou.

Na última pergunta da conferência de imprensa, Fernando Santos foi questionado se estava a ter “dores de cabeça” em montar o ‘onze’ para defrontar a Ucrânia, devido ao número de opções que tem, e o selecionador nacional acabou por brincar com a situação.

“Tenho 65 anos, não cheguei agora ao mundo. Já estou cá há algum tempo. Se tenho dores de cabeça, vou à farmácia comprar uma aspirina. Se tivesse dores de cabeça, depois não conseguia dormir e eu gosto bastante de dormir”, concluiu.

A seleção nacional vai disputar o Grupo B de apuramento, que inclui ainda Sérvia, adversário na próxima segunda-feira, igualmente na Luz, Lituânia e Luxemburgo.

Pela primeira vez, a fase final do Campeonato da Europa vai decorrer em 12 cidades de 12 países diferentes, com Londres a receber os jogos das meias-finais e da final.

Lista de convocados:

Guarda-redes: Beto (Goztepe, Turquia), José Sá (Olympiacos, Grécia) e Rui Patrício (Wolverhampton, Inglaterra).

Defesas: João Cancelo (Juventus, Itália), José Fonte (Lille, França), Pepe (FC Porto), Mário Rui (Nápoles, Itália), Nelson Semedo (FC Barcelona, Espanha), Raphaël Guerreiro (Borussia Dortmund, Alemanha) e Rúben Dias (Benfica).

Médios: Danilo Pereira (FC Porto), João Moutinho (Wolverhampton, Inglaterra), João Mário (Inter Milão, Itália), Pizzi (Benfica), Rúben Neves (Wolverhampton, Inglaterra) e William Carvalho (Betis, Espanha).

Avançados: André Silva (Sevilha, Espanha), Bernardo Silva (Manchester City, Inglaterra), Gonçalo Guedes (Valência, Espanha), Rafa Silva (Benfica), João Félix (Benfica), Dyego Sousa (Sporting de Braga), Diogo Jota (Wolverhampton, Inglaterra) e Cristiano Ronaldo (Juventus, Itália).

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
9.6
X