Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Paris Saint Germain, campeão de França em título, recebe esta noite o Lille, vice-campeão na época passada, no Parc des Princes na capital parisiense, no jogo inaugural da 14ª jornada do campeonato de França de futebol, a Ligue 1.

Os Parisienses lideram atualmente o campeonato com 30 pontos, dez triunfos e três derrotas, enquanto os ‘Dogues’ ocupam a quinta posição com 19 pontos, cinco vitórias, quatro empates e quatro derrotas. No papel o PSG parte favorito.

 

Semana difícil para o Lille que perdeu dois adjuntos portugueses

João Sacramento e Nuno Santos deixaram o Lille e juntaram-se a José Mourinho no Tottenham na Inglaterra. João Sacramento, de 30 anos, iniciou a carreira de treinador como adjunto na formação do Cardiff, passando ainda pelo Trefonen, do qual rumou para o Monaco, como observador. Já Nuno Santos, de 46, treinou os guarda-redes de Farense e das seleções de formação do Canadá.

O Lille está num ciclo negativo no campeonato visto que empatou o derradeiro jogo, sem golos frente ao Metz, e que tinha sido derrotado no anterior, na deslocação ao terreno do Marseille por 2-1.

‘Os Dogues’ terão todos os jogadores portugueses à disposição: os defesas José Fonte e Tiago Djaló, bem como os médios Renato Sanches e Xeka.

Do lado do Paris Saint Germain, o regresso do avançado brasileiro Neymar é a grande novidade.

O LusoJornal falou com Reinildo, lateral-esquerdo moçambicano do Lille, que lembrou que na época passada a equipa do Norte da França derrotou em casa o PSG (ndr: 5-1) e que, por consequência, tudo é possível.

 

O que podemos dizer deste encontro?

No ano passado derrotámos o PSG. Então nada é impossível no futebol. Vamos ver o que vais acontecer.

 

O último jogo em casa não correu bem com um empate sem golos frente ao Metz…

 

Foi complicado porque a equipa veio para ficar fechada atrás. Tivemos muitas oportunidades e acho até que o nosso guarda-redes não fez uma defesa. O golo não apareceu.

As condições meteorológicas podem ser complicadas, o frio chegou a França…

Nós temos de estar preparados para tudo: jogar com neve, com frio, com calor. Isso não influência em nada porque jogamos ao mais alto nível.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
10.0
X