Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A 15ª jornada do Campeonato de França da primeira divisão de futebol, a Ligue 1, termina neste domingo 2 de dezembro com quatro encontros, entre eles aquele do líder, o Paris Saint Germain que se desloca ao terreno do Bordeaux.

Noutro patamar o Toulouse recebe o Dijon, pelas 15h00, num momento em que os ‘toulousains’ ocupam um preocupante 15° lugar com 14 pontos.

Na precedente jornada o Toulouse acabou por ser derrotado na deslocação ao terreno do Paris Saint Germain por 1-0.

O LusoJornal esteve presente e falou com Steven Moreira, defesa franco-caboverdiano de 24 anos, que chegou esta temporada ao Toulouse proveniente do Lorient, clube que atua na segunda divisão francesa de futebol.

 

Como tem sido o início de temporada para o Toulouse?

Tem sido complicado. Fizemos boas coisas no início, e agora estamos numa fase mais complicada. Mas acho que podemos voltar às boas exibições como nos primeiros jogos da época, e já o fizemos frente ao PSG, isto apesar da derrota. Vamos ter de fazer igual frente ao Dijon.

 

A equipa saiu com um sabor amargo da curta derrota frente ao PSG?

Claro que saímos com um sabor amargo porque fizemos um bom jogo e tivemos algumas oportunidades. Ficamos tristes por não arrecadar pelo menos um ponto frente aos Parisienses.

 

O que fez a diferença nesse encontro?

Um erro, mesmo pequeno, frente ao PSG pode ser fatal, e foi o que aconteceu. Apesar de termos sofrido um golo, tentámos ficar concentrados no jogo para não sofrer um segundo tento para continuarmos vivos no encontro para tentar algo nos minutos finais. E faltou pouco para chegarmos ao golo do empate.

 

Como tem sido a sua adaptação à equipa do Toulouse?

Não foi fácil no início porque não fiz a preparação de verão com a equipa, então tentei primeiro recuperar a minha melhor forma física, sem lesões, e agora estou a voltar. Está a correr bem e espero que continue assim visto que estou a jogar.

 

Estava à espera de estar no onze titular neste momento da temporada?

Era um objetivo, mas admito que não pensava estar já nesta posição de titular. Foi uma escolha do Treinador e espero corresponder da melhor maneira.

 

O sonho era regressar à primeira divisão de futebol, realizou esse sonho?

Sim estou muito satisfeito. Estava no Lorient, quando desceu à segunda, decidi ficar pelo clube, e depois da minha segunda temporada lá, optei por tentar voltar à primeira divisão e foi o que aconteceu. Não fiquei surpreendido pelo meu regresso à Ligue 1 porque tive sempre alguns contactos, a minha única dúvida era se ficava ainda em França ou se ia tentar uma aventura no estrangeiro. Decidi ficar em França porque quero mostrar o meu valor aqui antes de pensar noutros patamares.

 

Quais são os objetivos do Toulouse?

Os objetivos são sempre os mesmos. Temos é de pensar jogo após jogo e recuperar o nível que tínhamos no início da temporada, e temos de fazer isso já neste domingo frente ao Dijon, alcançando os três pontos.

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.6
X