Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Benfica defrontou os turcos do Fenerbahçe na terça-feira 14 de agosto e empatou a uma bola no Estádio Şükrü Saraçoğlu em Istambul, num jogo a contar para a segunda mão da terceira pré-eliminatória de apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões europeus de futebol.

O jogo até ficou resolvido na primeira parte com um primeiro tento apontado pelo médio português do Benfica, Gedson Fernandes, aos 26 minutos, antes do médio turco do Fenerbahçe, Alper Potuk, empatar aos 45+1 minutos. Um empate a uma bola que se manteve durante toda a segunda parte.

Com este resultado o Benfica apurou-se para o play-off de apuramento para a fase de grupos da Liga dos Campeões europeus, visto que na primeira mão tinha vencido os turcos por 1-0. No play-off os encarnados vão defrontar os gregos do PAOK Salónica, que contam no plantel com o internacional português Vieirinha. A primeira mão do play-off decorre em Lisboa a 21 de agosto, pelas 21h00.

 

Benfica, o apuramento e mais nada

No fim do encontro, Rui Vitória, Treinador do Benfica, estava satisfeito com o apuramento: «Apanhámos uma das equipas mais fortes destas pré-eliminatórias da Liga dos Campeões. Sabíamos que seria um jogo difícil. Um jogo difícil, frente a um adversário que ia entrar forte, mas fomos uma equipa sempre muito personalizada a esconder a bola ao adversário, a saber quando devia atacar. Mesmo com a contrariedade do golo em cima do intervalo, controlámos melhor a partida. Podíamos ter feito mais golos, mas defrontámos uma belíssima equipa, num estádio com envolvimento fantástico. Fomos justos vencedores, com muita satisfação e com esta prova de superação que me leva a dar os parabéns aos meus jogadores, fantásticos. Felizmente, que o nosso trajeto nesta fase inicial é de descansar e competir. Já passámos três obstáculos, agora é preparar o Boavista e depois o PAOK, sobre quem não interessa agora debruçar. Penso nisso, mas não interessa agora. Temos de ganhar no Bessa a um adversário dificílimo, um passo decisivo para pensarmos a eliminatória seguinte. Um jogo de cada vez. Não se ganham dois num só. Vivemos momento a momento. Recuperar rápido para sábado e só depois pensamos na Grécia», concluiu.

 

Antigos Marselheses eliminados pelos Encarnados

O clube turco do Fenerbahçe conta com dois jogadores Franceses: o antigo internacional francês Mathieu Valbuena e o franco-ganês André Ayew.

Recorde-se que Mathieu Valbuena, de 33 anos, foi uma figura do futebol francês com passagens pelo Marseille e pelo Lyon. De notar que o médio de 33 anos perdeu novamente frente ao Benfica. Na época 2009/2010, quando jogava no Marseille, defrontou os Encarnados nos oitavos-de-final da Liga Europa, tendo empatado a uma bola em Lisboa, e as Águias tendo vencido por 1-2 em território francês.

Quanto a André Ayew, avançado ganês que nasceu em França, também jogou no Marseille mas nunca tinha defrontado o Benfica. O primeiro duelo acabou por ter um sabor amargo. André Ayew apenas participou na segunda mão, que ditou a eliminação da sua equipa.

 

Fenerbahçe 1-1 Benfica

Marcadores:

0-1, Gedson, 26 min

1-1, Alper Potuk, 45+1 min

Fenerbahçe: Volkan Demirel, Isla (Ozbayrakli, 79 min), Neustadter, Skrtel, Hasan Ali Kaldirim, Mehmet Topal (Baris Alici, 65 min), Elmas, Giuliano, Valbuena (Soldado, 65 min), Alper Potuk e André Ayew. Treinador: Philip Cocu.

Benfica: Vlachodimos, André Almeida, Rúben Dias, Jardel, Grimaldo, Fejsa, Gedson, Pizzi, Salvio (Alfa Semedo, 72 min), Castillo (Ferreyra, 34 min) e Cervi. Treinador: Rui Vitória.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 3 Votos
9.8
X