Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O internacional português Ricardinho (na direita na foto) assinou por três anos com o clube parisiense do Accs FC Paris 92, a partir de junho de 2020.

Ricardinho, seis vezes eleito melhor jogador do mundo, joga atualmente nos Espanhóis do Inter Movistar, mas já tinha afirmado que não renovaria.

Com 34 anos, o Português, que nasceu em Valbom perto da cidade do Porto, ganhou com o Inter Movistar cinco Ligas (2014, 2015, 2016, 2017 e 2018), uma Taça do Rei (2015), três Taças de Espanha (2014, 2016 e 2017), três Supertaças de Espanha (2015, 2017 e 2018) e duas Ligas dos Campeões (2017 e 2018).

Com o Benfica, arrecadou 5 títulos de Campeão, quatro Taças de Portugal, três Supertaças e uma Liga dos Campeões. Com os Japoneses do Nagoya Oceans venceu dois títulos de Campeão.

Com a Seleção Portuguesa, Ricardinho acabou por vencer ‘apenas’ um título de Campeão Europeu em 2018.

Para o Treinador luso-brasileiro do Accs FC Paris 92, David Cardoso, é uma excelente notícia para o clube, mas igualmente para o futsal francês.

 

Qual foi a sensação quando soube da contratação de Ricardinho? Sempre pensou que fosse possível contratar o melhor jogador do mundo, isto porque o Campeonato francês não é ‘a priori’ o mais atraente na Europa?

Sempre se tem um retorno mediático gigantesco com uma transação a este nível. Penso que para o clube e para o futsal francês será um grande desafio. Exige-se mais profissionalismo em todos os setores para que tudo corra bem e todos aqueles que participam deste movimento possam entender a magnitude que cerca uma estrela como Ricardinho.

 

Traz mais pressão poder contar com um jogador deste talento quando se é Treinador?

Não posso responder a esta pergunta, pois não sou o Treinador dele, até o fim da época é jogador do Inter, temos nós aqui que nos concentrar no nosso trabalho, para alcançarmos os nossos objetivos já traçados e deixar para a sua chegada um bom ambiente, para ambições futuras.

 

O que representa para si Ricardinho?

Ricardinho é um craque, estando ele motivado é muito difícil encontrar um jogador com as mesmas características, qualidades técnicas e ambição. Um jogador realmente completo e, mais importante, vencedor – por onde passou ganhou títulos pessoais e coletivos.

 

Teve a oportunidade de já trocar impressões com ele?

Ainda não tive a oportunidade de falar com ele pessoalmente, mas não faltarão oportunidades para tal.

 

No passado fim de semana assistimos a mais um triunfo frente ao Garges. Ninguém para o Accs, cada vez mais líder do Campeonato francês?

Vitória dura, difícil, acima de tudo uma vitória que mostra o caráter desta equipa. Depois de uma pausa, voltar ao mesmo nível é muito complicado, além de combater um adversário motivado por seus fãs. Vencer ao final é o mais importante, mas temos margem para melhorarmos ainda mais e seguir a nossa longa caminhada ao título.

 

LusoJornal Artigos
X