Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O futebolista português Gelson Martins (na foto), que atua no Monaco, disse que nunca quis prejudicar o Sporting e agradeceu aos ‘leões’ pelo período que passou no clube, no dia em que foi oficializado um acordo entre os lisboetas e o Atlético de Madrid.

O internacional português, atualmente ao serviço do Monaco por empréstimo dos ‘colchoneros’, foi um dos nove jogadores que rescindiu unilateralmente a sua ligação ao Sporting no verão passado, após o episódio da invasão à academia do clube, em que cerca de 40 pessoas entraram nas instalações e agrediram alguns jogadores e membros da equipa técnica da equipa principal.

Numa publicação nas redes sociais, Gelson explica que se manteve em silêncio “pelo enorme respeito e carinho” pelo Sporting, que descreve como a sua “casa durante mais de 10 anos”.

Apesar de nunca ter estado “totalmente satisfeito” nos últimos meses, por se manter em silêncio também para dar “alguma acalmia e paz” ao emblema de Alvalade, explicou que o foco foi sempre “encerrar de forma benéfica para o clube” o imbróglio entre as três partes.

“Prejudicar a grande instituição Sporting não esteve nunca nos meus horizontes. (…) Não desisti, ao contrário do que possam pensar. E mais do que isso, não deixei que desistissem”, escreve o extremo.

O atleta de 24 anos agradeceu “também ao Atlético de Madrid” por respeitar a vontade de chegar a acordo com o clube com o qual rescindiu.

No final do texto, deseja ao Sporting “muito sucesso e grandes conquistas de acordo com a grande história do clube e que todos os sportinguistas merecem”.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), o Sporting explicou que o Atlético Madrid vai pagar 22,5 milhões de euros pela contratação de Gelson Martins e que adquiriu o passe de Vietto por 7,5 milhões de euros, com o emblema espanhol a ficar com 50% dos direitos futuros do jogador de 25 anos.

“O Atlético Madrid comprometeu-se a pagar à Sporting SAD a quantia de 22.500.000 de euros, renunciando as partes a quaisquer direitos de que pudessem ser titulares em virtude do contrato de trabalho desportivo celebrado entre o jogador e a Sporting SAD, bem como em virtude da resolução unilateral promovida pelo jogador”, lê-se no comunicado.

 

LusoJornal Artigos
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.6
X