Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Empresas

 

A multinacional francesa Alstom abriu um novo centro de engenharia e inovação dedicada à sinalética ferroviária, na cidade da Maia, no distrito do Porto. David Torres, o Diretor-geral espanhol da Alstom Portugal explicou que “é um centro dedicado fundamentalmente à sinalização ferroviária, mas também vai dispor de armazém e logística para dar serviço aos projetos locais, e também vai ter um pequeno centro de reparações”.

Para já este centro na Maia arranca com 25 empregados, mas pretende crescer. “Abrir um centro de engenharia e inovação num país é uma decisão estratégica importante e, sem dúvida alguma, é uma demonstração de crescimento futuro”, disse o Diretor-geral, quando questionado acerca da possível participação no ‘cluster’ ferroviário nacional.

O Diretor-geral da multinacional francesa para Portugal disse ainda que a empresa está a “atuar com diversas entidades locais”, como o Centro de Competências Ferroviário (CCF), instalado nas oficinas da CP – Comboios de Portugal em Guifões (Matosinhos). A oficina agora inaugurada na Maia tem como objeto “central e fundamental” a sinalização ferroviária, ou seja, “todos os sistemas de ‘hardware’ e ‘software’ que controlam o movimento dos comboios”.

“Por exemplo, toda a rede do Metro do Porto, hoje em dia, é controlada por um sistema de sinalização Alstom. Tal como os 102 metros ligeiros que circulam pelas vias”, disse David Torres à Lusa.

 

Donativos LusoJornal
X