Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Hirond’Ailes, Hino à Solidariedade no Téléthon

LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha

Na noite de sexta-feira para sábado, a associação Hirond’ailes realizou uma Noite de Solidariedade no âmbito do Téléthon 2018. O objetivo era angariar fundos para o Téléthon, iniciativa criada pela AFM – Associação francesa contra as Miopatias.

Nessa Noite de Téléthon, nos estúdios da Rádio Alfa, parceiros nesta iniciativa, havia decorações de Natal para venda no local, com os valores a serem revertidos a favor do Téléthon.

Nesta época Natalícia e de campanhas de solidariedade, a noite foi um sucesso. De notar que o Pinheiro de Natal decorado com retalhos de crochet foi realizado nesse dia e vai ser exposto no Consulado Geral de Portugal em Paris.

Suzette Fernandes, Presidente da Associação, fez um balanço positivo da iniciativa.

 

Como correu a iniciativa?

A iniciativa correu bem. Mas correu bem porque os membros da equipa são fantásticos, mesmo fantásticos! Elas não contaram o tempo delas para o pinheiro ficar pronto nessa noite.

 

Os objetivos foram atingidos?

Não tínhamos objetivos em números mas sim em adesão dos ouvintes, dos artistas e dos nossos amigos e esses objetivos foram largamente atingidos. Recebemos muitas visitas durante a noite e sempre pessoas bem dispostas, de coração aberto.

 

Como se organiza um evento deste tipo?

Comecei a organização deste evento em novembro. Primeiro pedi ao Diretor da Rádio Alfa, Fernand Lopes, a autorização para ocupar novamente os estúdios. Começamos esta parceria desde 2016, portanto já foi o terceiro Téléthon realizado na rádio pela nossa associação. O Vítor Santos, animador na rádio lançou a ideia do pinheiro sem saber como, mas eu tratei do «como», com crochet. O Diretor da rádio sugeriu a ideia do pinheiro ir para o Consulado e o Senhor Cônsul Geral ficou entusiasmado. Depois contactei empresas para patrocinar e assim tudo se fez. De notar que as Hirond’Ailes começaram a trabalhar uma semana antes do dia D e acabamos tudo nessa noite. Agradeço os nossos patrocinadores, Canelas, Saveurs du Portugal e Caixa Agrícola.

 

O que espera para 2019?

Para 2019 desejo que todos os membros da associação estejam presentes novamente para realizar um novo desafio. Sempre em parceria com a Rádio Alfa e com a ajuda voluntária do Vítor Santos, Manuel Alexandre e outros voluntários.

Ainda em conversa com o LusoJornal, Manuel Pinto Lopes, voluntário na Rádio Alfa, realçou o apoio da rádio. “Há mais de 20 anos que a rádio tem apoiado o Téléthon. Durante muitos anos esteve na organização, com artistas na sala Vasco da Gama. Dezenas de pessoas passam por aqui, não só artistas mas também cidadãos. Cidadãos que vêm apoiar, que trazem bolos, bebidas, castanhas e muitas mais coisas, e que ficam aqui algumas horas na nossa companhia”, concluiu Manuel Pinto Lopes.

 

A Associação Hirond’Ailes conseguiu alcançar um total de 1.500 euros em donativos, que vão ser revertidos ao Téléthon, iniciativa criada pela AFM Associação francesa contra as Miopatias.

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 6 Votos
8.5
X