Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A Seleção portuguesa feminina de hóquei em patins continua à espera do desfecho do Campeonato da Europa que decorreu na Mealhada em Aveiro.

Portugal estava a perder no passado sábado por 2-3 frente à Espanha quando faltavam jogar menos de dois minutos, na sequência de falhas sucessivas nos holofotes principais do pavilhão e por questões de segurança devido à queda de vários pedaços do teto, em consequência dos efeitos do Furacão Leslie.

A World Skate Europe Rink Hockey emitiu um comunicado oficial, no qual confirmou que a final do Campeonato da Europa feminino tem de ser jogada até ao fim para que possa ser atribuído o título.

«A World Skate Europe Rink Hockey informou as duas federações, a Federação Portuguesa de Patinagem e a Real Federação Espanhola de Patinagem, que para que o título de Campeãs da Europa de Hóquei em Patins de 2018 ser atribuído é necessário jogar o último minuto e 45 segundos do jogo, no Pavilhão da Mealhada. Por isso, ambas as federações têm de comunicar a sua disponibilidade à World Skate Europe Rink Hockey, brevemente. Caso não haja entendimento, o título não será atribuído», pode ler-se no comunicado oficial.

 

Espanha recusa, mas depois aceita

Depois de inicialmente se ter recusado a disputar o minuto e 45 segundos restante na final do Europeu de hóquei em patins feminino diante de Portugal, a Federação Espanhola de Patinagem voltou atrás na sua decisão e anunciou em comunicado estar disposta a realizar o tempo restante da partida.

«Uma vez analisado o comunicado, a Real Federação Espanhola de Patinagem aceita o pedido feito pelo WS Europe-Rink Hockey, já que a RFEP está sempre disposta a ganhar os seus títulos na pista», pode ler-se na nota publicada.

Horas antes a Espanha tinha recusado afirmando que Portugal não ia marcar: «Tem que se dar o jogo por terminado, uma vez que foi interrompido por motivos de força maior. Não existiram explicações adicionais, por isso voltámos para Espanha. O nosso domínio era claro e ninguém acredita que Portugal nos fosse marcar um golo no minuto que falta. Aliás, seria fair-play por parte dos Portugueses aceitar o final do jogo e saudar a Espanha como campeã. Porque se nos obrigarem a voltar quero ver quem vai pagar os custos de deslocação e como vão resolver todos os jogos do campeonato que vamos ter de reagendar», afirmou Carmelo Paniagua, Presidente da Federação espanhola.

 

Portugal aceita acabar o jogo

A Federação de Patinagem de Portugal (FPP) garantiu estar disponível para disputar o minuto e 45 segundos restantes na final do Europeu de hóquei em patins feminino.

«No seguimento da recepção da comunicação do WS Europe RH, a Federação de Patinagem de Portugal reiterará junto daquele organismo que pretende cumprir o tempo em falta do jogo. Vontade essa que demonstrou na altura e local próprios, essa vontade é a manifestação do respeito pela modalidade, pelas instituições envolvidas e sobretudo por todas as atletas presentes em pista», pode ler-se na nota publicada.

 

Espanha já propõe data

A Real Federação Espanhola de Patinagem (RFEP) propôs o dia 24 de outubro para a conclusão do jogo final do Campeonato Europeu de hóquei em patins feminino.

«Propõe-se como data para a sua realização o próximo 24 de outubro de 2018, com o fim de evitar – dentro do possível – causar maiores prejuízos, tanto às atletas, como também às ligas nacionais de ambas as federações e pôr um ponto final ao Campeonato o quanto antes», anunciou a RFEP em comunicado oficial.

 

França terminou no 4° lugar

Os outros jogos da sexta jornada decorreram no sábado: a França derrotou a Suíça por 5-4, e a Alemanha venceu a Inglaterra por 11-1.

Com cinco jogos disputados e cinco triunfos, a Espanha está na liderança com 15 pontos, os mesmos que Portugal, no entanto as Espanholas têm uma melhor diferença de golos com +51 contra +33 para as Portuguesas. Isto quando falta terminar o jogo que vai determinar o título de Campeã da Europa.

Quanto ao resultado definitivo na classificação, a Itália terminou na terceira posição com 10 pontos, a França ficou no quarto lugar com nove pontos, a Alemanha no quinto com sete, a Suíça acabou na sexta posição com três, enquanto a Inglaterra ficou na derradeira posição sem nenhum ponto.

O Campeonato da Europa de hóquei em patins feminino decorreu até ao sábado 13 de outubro em Portugal.

 

Eis todas as atletas convocadas que participaram no Campeonato da Europa:

Guarda-redes:

Maria Celeste Gomes Silva Santos Vieira (SL Benfica)

Rute das Neves Jorge (CH Carvalhos)

Jogadoras de campo:

Ana Catarina Jesus Ferreira (A. Stuart H.C. de Massamá)

Beatriz Maria Campos Figueiredo (AA Coimbra)

Inês Isabel Marchante Vieira (SL Benfica)

Margarida Ruela Florêncio (AA Coimbra)

Maria Sofia Pinheiro Silva (SL Benfica)

Marlene Teixeira Sousa (SL Benfica)

Renata Duarte Alves dos Reis Pires Balonas (CH Carvalhos)

Sofia Adriano Moncóvio (A. Stuart H.C. de Massamá)

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
9.1
X