Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Desporto

 

Portugal mantém a esperança de chegar à final do Campeonato Europeu de hóquei em patins, que se realiza em Paredes, depois de ter vencido a Espanha por 10-9, num jogo emocionante até ao último segundo.

No entanto, a tarefa não será assim tão simples, uma vez que depende de terceiros para o conseguir. França e Espanha, que se encontram na quinta e última jornada desta fase, têm uma palavra a dizer.

A quarta jornada começou sem surpresas: Depois de esta quarta-feira ter empatado com o último classificado, Andorra, a França regressou ao caminho das vitórias que vinha a mostrar desde o arranque da prova e que a colocaram como um dos principais candidatos à conquista do troféu. Frente à Alemanha, os gauleses venceram por 5-2 e assumiram, novamente, a liderança da tabela classificativa.

Para os franceses marcaram Carlo Di Benedetto (2), Bruno Di Benedetto, Erwan Debrouver e Antoine Le Berre, com os golos germânicos a serem apontados por Lucas Karschau.

A França lidera assim a classificação, somando 10 pontos, com três vitórias e um empate. A Alemanha, por outro lado, está em quinto lugar, com três.

No outro jogo, a Itália conseguiu a primeira vitória na prova, impondo-se a Andorra com uma goleada por 11-1. A formação transalpina está no quarto lugar da prova, com cinco pontos, enquanto a equipa de Andorra mantém-se em último, com um.

No último encontro do dia, o Pavilhão Multiusos de Paredes teve oportunidade de assistir a um jogo de hóquei em patins bastante intenso e emocionante.

Portugal, que ao longo dos 50 minutos, sofreu para conseguir anular a supremacia espanhola, conseguiu garantir uma importante vitória (10-9), nos últimos segundos, que lhe permite continuar na luta pelo título europeu.

Pela formação lusa marcaram João Rodrigues, Gonçalo Alves (4), Rafa (2) e Hélder Nunes (2), com Pau Bargalló a fazer um autogolo. Na equipa liderada por Guillem Cabestany marcaram Ignacio Alabart, Bargalló (4), Xavi Barroso (3) e Sergi Panadero.

No último dia desta fase, a Itália defronta a Alemanha, França e Espanha medem forças enquanto que Portugal joga com Andorra.

Quanto a contas para se encontrar os dois finalistas, é certo que Portugal – que precisa que a França vença ou empate com a Espanha antes de defrontar Andorra – quando começar o seu jogo, pode já estar fora da final.

Se a Espanha vencer a França hoje por um ou dois golos de diferença, Portugal fica desde logo fora da final do Europeu, mesmo antes de entrar em pista, uma vez que o primeiro critério de desempate é a diferença de golos entre os resultados dos jogos França-Portugal (5-3), Portugal-Espanha (10-9) e o Espanha-França – espanhóis e franceses terão ambos uma vitória por dois golos e Portugal um triunfo pela margem mínima.

 

Donativos LusoJornal

 

X