Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A editora Le Poisson Volant anunciou uma nova edição da obra de Manuela Gonzaga, uma biografia sobre a vida de Isabel de Portugal, que foi publicada pela Bertrand em 2012.

Isabel de Portugal (Lisboa, 1503 / Toledo, 1539), filha do rei Manuel I e neta dos Reis Católicos, além de ter sido considerada “a mulher mais bela do seu tempo”, uma opinião sempre muito subjetiva, casou com Carlos V, que, neste caso sem qualquer subjetividade, foi o homem mais poderoso da Cristandade, não fosse ele rei de Espanha e do seu Império americano, além de Imperador do Sacro Império Romano Germânico.

Manuela Gonzaga, que se tem vindo a especializar no género biográfico (de salientar a sua recente obra dedicada a António Variações), nasceu no Porto e passou uma boa parte da sua juventude em Angola e Moçambique. Estudou História da Expansão Europeia e é uma ativista política ligada ao Partido PAN.

Este “Isabelle de Portugal, l’Impératrice” relata o amor à primeira vista entre Isabel e Carlos V e devolve esta importante mulher portuguesa ao palco da História europeia quinhentista, tempos de absoluta transformação que, devido à construção dos Impérios português e espanhol, arrancaram, para grande infelicidade dos povos ameríndios, africanos e asiáticos, a Europa à letargia medieval, dando assim começo ao domínio europeu do mundo, domínio esse que só terminaria já no século XX.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
9.6
X