Jantar convivial com mais de 150 sócios na Associação Portuguesa de Soufflenheim

Associações

 

A Associação portuguesa de Soufflenheim organizou, no sábado dia 26 novembro, um jantar convivial e dia anual dos sócios com mais de 150 associados. Foi um convívio amical e partilha de espírito de equipa e dos membros.

“Considero um trabalho enorme o que temos feito até hoje, sem subsídios de ninguém, só dos amigos que estão aqui presentes e que nos ajudam anualmente” disse o Presidente da associação, Mário Pereira. A associação foi criada em 1985 e tem uma imponente sede própria, construída de raiz nos anos 90, com mais de 220 sócios atualmente.

A coletividade organiza eventos, jantares-convívio e festas regularmente. Uma das mais antigas tradições desta associação é o “Feu de la St Jean”. Todos os anos, por alturas do Natal, a associação tem por hábito organizar um jantar e também costuma organizar, no dia de S. Martinho, 11 de novembro, um Magusto.

Desta vez, assistiu o Maire da cidade, Camille Scheydecker, assim como vários outros membros do Executivo municipal de Soufflenheim. Também marcou presença o Deputado Christian Klipfel e Lucília Nogueira representado o Consulado-Geral de Portugal em Strasbourg.

“É um trabalho fantástico que fazem e por isso estão de parabéns, e só os posso encorajar a continuar nessa via”, disse o Deputado Christian Klipfel.

O Maire da Cidade, Camille Scheydecker, elogiou ainda o trabalho da Associação Portuguesa em Soufflenheim. “O facto de os Portugueses se continuarem a encontrar entre si é positivo, e é também bom que os Portugueses saibam guardar as suas raízes e cultivar as origens. As minhas palavras são de grande apreço pela obra que fazem”.

“A Associação funciona, basta olhar aqui à volta. Tem trazido os valores culturais portugueses, mostrando aos Franceses como é Portugal no seu melhor”, disse Christian Klipfel, sublinhando ainda a importância da “colaboração entre a Embaixada, Consulado, associações, outras instituições e órgãos de comunicação social, para não esquecer os valores portugueses”.

 

Donativos LusoJornal