Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A ‘Association des Parents d’Elèves de Langue Portugaise’ (APESLP) da Cité Scolaire Internationale de Lyon (SCI), em Gerland (Lyon 7ème) organiza este sábado, dia 09 de março, entre as 9h00 e as 12h00, mais uma manhã de Portas Abertas.

O LusoJornal esteve à conversa com Inês Fernandes, Presidente da ASPESLP que nos deu a conhecer a associação e as valências desta escola pública com uma Secção internacional de língua portuguesa.

Nesta Jornada de Portas Abertas, a escola apresenta várias atividades culturais, preparadas pelo corpo docente e pelos alunos das várias Secções internacionais.

Inês Fernandes conta-nos que a APESLP, é uma associação sem fins lucrativos, segundo a Lei de 1 julho de 1901, “constituída pelos pais dos alunos que pagam uma quota anual por família”. Este ano, por exemplo, a associação conta com 60 famílias, “o máximo de famílias associadas a este projeto até ao momento”.

A APESLP tem como objetivo principal “apoiar nas atividades dos alunos ao longo do ano. Como, por exemplo, enriquecer o espólio da biblioteca da Secção de Português. E devido à proximidade e sintonia com os professores, os pais, colaboram também na organização de visitas de estudo e viagens culturais a Portugal. A Feira do Livro e o Mercado de Natal são outras atividades em que os pais participam ativamente”.

A Cité Scolaire Internationale de Lyon criou a sua Secção de língua portuguesa em 2006. Na altura era Cônsul Geral de Portugal em Lyon Joaquim Moreira de Lemos, que sentiu pessoalmente essa necessidade e imediatamente teve a iniciativa de realizar este projeto com o acordo do Ministério da Educação francês e o Ministério dos Negócios Estrangeiros português, acordo esse que se mantém até aos dias de hoje.

A Secção Portuguesa da Cité Scolaire Internationale de Lyon iniciou nesse mesmo ano com 20 alunos e hoje conta com cerca de 120 alunos, desde o CP até à Terminal. A maioria dos alunos pertence à Comunidade portuguesa, seguindo-se a Comunidade brasileira, e depois as dos países africanos lusófonos. Os critérios de avaliação são franceses, mas os programas e os manuais escolares são os mesmos utilizados em Portugal.

“É uma escola que prima pela exigência e pela excelência” confirma Inês Fernandes.

“O dia 9 de março é tradicionalmente chamado de Portas Abertas. É o dia de esclarecimento aos novos pais. Neste dia é feita uma apresentação de toda a escola e dos vários níveis de ensino” comenta a Presidente da Associação.

As inscrições para a escola primária, para o ano letivo 2019/2020, começam precisamente nesse dia 9 de março, e prolongam-se até ao dia 9 de abril. Os “dossiers de inscrição” podem ser solicitados na Secretaria da escola ou por email e devem ser entregues completos.

Para o colégio e liceu, as inscrições já estão abertas desde o dia 4 de fevereiro, e prolongam-se até dia 8 de abril.

Devido ao elevado número de inscrições de alunos recebidas todos os anos, a escola é obrigada a obedecer a requisitos e estes prevêm exames de admissão. Este ano os testes escritos vão realizar-se no dia 14 de junho e os testes orais no dia 17 de junho. Os resultados serão publicados no dia 3 de julho. Os testes para entrada na Primária terão lugar nos dias 26 de junho, 1, 2 e 3 de julho, sendo os resultados publicados a 6 de julho.

Esta Secção de Português conta com quatro professores de português, três deles dependem do Estado português – financiados por este – e um dependente do ensino francês. A Secção recebe regularmente diretivas do Instituto Camões.

Inês Fernandes convida “toda a Comunidade a visitar esta escola, onde existe o ensino oficial da língua portuguesa, que é gratuito e que possui os níveis Élémentaire, Collège e Lycée”.

Contactos:

csiportugues@gmail.com

www.csilyon.fr

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 5 Votos
4.5
X