Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O Sporting CP revalidou o título europeu de clubes de judo, a Liga dos Campeões nesta modalidade, ao voltar a derrotar os Russos do Yawara Neva, por 3-2, na final da Liga dos Campeões de 2019, que se disputou em Odivelas, em território português.

Na reedição da final do ano passado, em Bucareste na Roménia, na qual o Sporting se sagrou pela primeira vez campeão europeu, os triunfos dos judocas Kherlen Ganbold, João Martinho e Nikoloz Sherazadishvili valeram a revalidação do título, apesar das derrotas de João Fernando e do campeão mundial Jorge Fonseca.

A equipa georgiana do Golden Gori, eliminada nos quartos de final pelo Sporting CP, e o Estrela Vermelha, da Sérvia, garantiram as medalhas de bronze na competição masculina, que se disputou no pavilhão Multiusos de Odivelas.

Os Franceses do ESBM Blanc-Mesnil terminaram no quinto lugar, enquanto o Flam 91 acabou na sétima posição.

 

O RSC Champigny triunfo nas femininas

A equipa feminina do Benfica falhou a conquista do ‘bronze’ na Liga dos Campeões de judo, ao perder com as romenas do Cluj-Napoca por 3-2 na prova realizada em Odivelas, que consagrou as francesas do RSC Champigny.

O Cluj-Napoca subiu ao pódio, tal como a formação turca do Galatasaray na sequência do triunfo sobre o Flam 91, de França, na outra eliminatória de acesso ao terceiro lugar. O SL Benfica e o Flam 91 terminaram no quinto lugar.

O RSC Champigny, clube francês, foi o grande vencedor da competição feminina, ao impor-se na final perante as Espanholas do Valência, por 3-2.

Um terceiro clube francês esteve presente na vertente feminina, o JC Pontault-Combault acabou na sétima posição na Liga dos Campeões de judo, prova que decorreu em território português.

 

Linda de Suza 19/20
Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 2 Votos
7.1
X