Laurence de Magalhães e Stéphane Ricordel vão dirigir o Théâtre du Rond-Point des Champs Elysées

Cultura

 

O ano termina bem para a lusodescendente Laurence de Magalhães acaba de ser nomeada com Stéphane Ricordel, para a Direção do Théâtre du Rond-Point des Champs Elysées, substituindo já a partir de segunda-feira, o mediático Jean-Michel Ribes, há 22 anos nesta função.

Laurence de Magalhães e Stéphane Ricordel partilham a vida, mas também as aventuras teatrais, já que fundaram, em 1993, a companhia de circo contemporâneo Les Arts Sauts – Stéphane Ricordel é trapesista – e dirigem, também juntos, há 12 anos, o Théâtre Le Monfort, em Paris, anteriormente chamado Théâtre Silvia Monfort. Agora, vão dirigir juntos o Théâtre du Rond-Point, numa escolha conjunta do Ministério francês da Cultura e da Mairie de Paris.

Foi com entusiásmo que Laurence de Magalhães aceitou a notícia da sua nomeação deste teatro emblemático e central.

Laurence de Magalhães e Stéphane Ricordel, que têm uma casa em Lisboa onde vão ganhar inspiração, dirigem também há 6 anos, o Festival Paris Quartier d’été, rebatizado entretanto Paris l’été.

O Théâtre du Rond Point, tal como o Théâtre Le Monfort, tem três salas, mas a capacidade duplica. O casal pretende dinamizar o espaço, com a sensibilidade que os caracteriza e criar um espaço de vida e de convívio. “No Montfort faltava-nos orçamento” deixa Laurence de Magalhães, na esperança que nas novas funções, encontro os meios que lhe faltavam para convidar os artistas internacionais que já identificou.

 

Donativos LusoJornal