Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Política

 

Natércia Rodrigues Lopes é cabeça de lista do Livre pelo círculo eleitoral da Europa e vai apresentar-se no próximo fim de semana, dias 11 e 12 de dezembro, no XI Congresso do partido, que vai ter lugar em Oeiras.

Neste Congresso será discutido e votado o programa eleitoral que o Livre apresentará às eleições legislativas antecipadas de 30 de janeiro e também vão ser apresentados os candidatos e as candidatas que o defenderão por todo o país e nas Comunidades. O Congresso será presencial, no Auditório do IPMA (Instituto Português do Mar e da Atmosfera) de Algés, e online.

Natércia Rodrigues Lopes é de Tomar, tem 29 anos, morou 10 anos no Reino Unido, para onde foi estudar alguns meses depois de ter atingido a maioridade.

Tirou um Mestrado de química na Universidade de Leicester e um doutoramento em química-física na Universidade de Warwick. Após o doutoramento trabalhou alguns anos na Universidade de Warwick como investigadora, tendo também responsabilidades de ensino. Em 2020 mudou-se para Barcelona, em Espanha, onde é investigadora em contexto industrial, com uma bolsa da União Europeia.

Há muito que é simpatizante do Livre, mas só aderiu efetivamente ao Partido depois das eleições presidenciais de janeiro último. Depois esteve bastante ativa durante a campanha para as autárquicas e foi muito naturalmente que se candidatou para integrar a lista de candidatos às eleições Legislativas antecipadas de 30 de janeiro.

“Houve em mim um sentido de responsabilidade de colaborar para o futuro do meu país” disse ao LusoJornal.

Como já vem sendo habitual, o Livre organiza eleições Primárias online e para o círculo eleitoral da Europa votaram 266 pessoas, ordenando a lista de candidatos em função do número de votos.

Natércia Rodrigues Lopes encabeça a lista, seguindo-se Francisco de Abreu Duarte, que está a tirar um doutoramento em Florença, na Itália, Patrícia Robalo e Miguel Garcia Pimenta, professor nos Países Baixos.

Nas Primárias concorreu ainda José Pedro Rodrigues, Vimaranense a morar em Londres, que acabou por não integrar a lista dos candidatos. “A Patrícia Robalo mora em Portugal, mas juntou-se à lista por razões de paridade” explicou a candidata.

 

Donativos LusoJornal

 

X