Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Política

 

 

O Presidente do PSD, Rui Rio, vai estar este domingo em Paris, depois de ter passado dois dias em Londres a apoiar a candidatura de Ester Vargas às eleições Legislativas, e antes de chegar disse que gostava de dar 2-0 ao PS e eleger os dois Deputados no círculo da Europa nas eleições legislativas, cujo voto vai ser repetido, mas admite que o empate é o resultado mais provável.

Rui Rio tem chegada prevista ao Santuário de N. Sra de Fátima de Paris às 10h40 para assistir à eucaristia dominical e prevê encontrar-se com Portugueses à saída da missa.

Do programa do Presidente do PSD consta ainda um “almoço de trabalho” com a Comissão Política da Secção do PSD de Paris, num restaurante em Créteil, seguindo-se uma visita ao monumento em homenagem ao antigo Maire de Champigny, em Champigny-sur-Marne, terminando com uma visita à sede da Associação portuguesa daquela cidade.

“É evidente que o mais normal, mais natural, é que o resultado se repita e seja um Deputado para o PS e um Deputado para o PSD. Nós, naturalmente, queremos que sejam dois para o PSD e nenhum para o PS”, disse aos jornalistas em Londres, antes de vir para Paris.

O líder dos sociais-democratas admite ser “efetivamente difícil”, mas, vincou, perante a atuação do PS, “que levou em grande medida” à repetição das eleições, “merecia levar uns 2-0 agora de castigo”.

Em Londres, Rui Rio estava acompanhado pela cabeça de lista, Maria Ester Vargas, e pelo Secretário-geral do PSD, José Silvano.

O líder do principal partido da oposição explicou que não se deslocou antes ao estrangeiro porque “a campanha é muito curta”, pelo que se concentrou em Portugal Continental e nem sequer visitou as regiões autónomas da Madeira e dos Açores. “Uma vez que agora estamos a repetir a Europa e exclusivamente a Europa, agora tenho tempo”, resumiu.

 

Donativos LusoJornal

 

X