Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O novo filme da realizadora portuguesa Leonor Noivo, “Raposa”, terá estreia mundial em junho no 30º Festival Internacional de Cinema de Marseille, anunciou na semana passada a produtora Terratreme.

“‘Raposa’, de Leonor Noivo, vai ter a sua estreia mundial na competição internacional do prestigiado FIDMarseille [Festival Internacional de Cinema de Marseille]”, refere a produtora, numa publicação na sua conta oficial na rede social Facebook.

O 30º FIDMarseille decorre entre 09 e 15 de julho. A programação completa ainda não está disponível, mas no site do certame já consta o filme de Leonor Noivo.

“Raposa”, uma média-metragem documental, de acordo com informação disponível no site da Terratreme, “aborda um dos aspetos das doenças psiquiátricas comportamentais”.

Leonor Noivo, que estudou Arquitetura e Fotografia, antes de ingressar na Escola Superior de Teatro e Cinema, é uma das criadoras da Terratreme Filmes. A produtora foi criada em 2008 por, além de Leonor Noivo, João Matos, Luísa Homem, Pedro Pinho, Susana Nobre e Tiago Hespanha.

Desde essa altura, a par da realização, tem desenvolvido trabalho como produtora na coordenação e acompanhamento de projetos de ficção e de documentário.

O seu primeiro filme documental, “Macau Aparte”, data de 2001. Em 2005 estreou-se na ficção com “Salitre”.

O seu filme mais recente, “Tudo o que imagino”, de 2017, acompanha um grupo de amigos no bairro de Alcoitão (Cascais), no fim da adolescência.

 

LusoJornal Artigos

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
9.5
X