Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Desporto

 

 

O FC Porto eliminou o Lyon nos dois confrontos nas Taças europeias de futebol, com dois triunfos em 1964/65, na histórica primeira eliminatória ultrapassada, e uma vitória e um empate em 2003/04, rumo ao segundo título europeu.

Em vésperas de um terceiro duelo, para os oitavos de final da edição 2021/22 da Liga Europa, com primeira mão no Dragão, amanhã, quarta-feira, os ‘azuis e brancos’ têm, assim, as melhores recordações do clube gaulês.

Os ‘dragões’ estrearam-se nas Taças europeias em 1956/57, mas só conseguiram uma qualificação oito anos volvidos, depois de quatro eliminações, face a Athletic Bilbau, Ruda (1959/60), Dinamo Zagreb (1962/63) e Atlético de Madrid (1963/64).

À quinta tentativa, o FC Porto logrou, finalmente, o primeiro apuramento, precisamente com o Lyon, face ao qual conseguiu também a sua primeira vitória europeia, em encontro da primeira mão da primeira eliminatória da Taça das Taças de 1964/65.

Em 16 de setembro de 1964, no Estádio das Antas, no Porto, a formação comandada pelo brasileiro Otto Glória venceu por expressivos 3-0, com dois golos de Custódio Pinto (41 e 72 min) e um de Carlos Baptista (60 min).

Na segunda mão, no estádio Gerland, em 14 de outubro, os Portistas controlaram a eliminatória e, aos 89 minutos, voltaram a fazer história, selando o primeiro triunfo (1-0) fora na Europa, graças a um tento de Valdir Sousa.

O Lyon entrou para a história portista em 1964/65 e voltou a fazê-lo em 2003/04, ao integrar a caminhada dos comandados de José Mourinho, então detentores da Taça UEFA, rumo à vitória na ‘Champions’ 2003/04, a última que escapou ao ‘top 4’ europeu (Inglaterra, Espanha, Itália e Alemanha).

A formação portista, que nos oitavos de final tinha afastado surpreendentemente o Manchester United (2-1 em casa e 1-1 fora, com polémica), defrontou o Lyon nos ‘quartos’ e começou a ‘desenhar’ o apuramento no estádio do Dragão, que se havia estreado na Europa com os ‘red devils’.

Em 23 de março de 2004, um golo do médio Deco (44 min), e outro do central Ricardo Carvalho (71 min), selaram o triunfo dos portistas.

Os ‘Azuis e brancos’ foram, assim, para França com uma vantagem de dois golos e, em 07 de abril, sentenciaram a eliminatória logo aos seis minutos, com um tento de Maniche, que obrigava os gauleses a marcar quatro para seguir para as ‘meias’.

Peguy Luyindula ainda empatou o jogo (14 min), mas, quando o Lyon chegou ao segundo (90 min), por Giovane Elber, já as contas estavam há muito ‘fechadas’, mais precisamente desde que Maniche chegou aos ‘bis’, aos 47 minutos.

Depois de ‘arrumar’ o Olympique Lyonnais, o FC Porto eliminou nas ‘meias’ o Deportivo (0-0 em casa e 1-0 fora, com um penálti de Derlei) e, depois, na final, venceu em Gelsenkirchen o Mónaco, que agora será adversário do Sporting de Braga, por 3-0.

Os ‘Dragões’ têm vantagem no duelo com o Lyon e também na globalidade com os conjuntos gauleses, já que, nas restantes eliminatórias a duas mãos, seguiram em frente mais quatro vezes – para um total de seis – e só foram afastados em duas.

Stade Français (1965/66), Nantes (2000/01), Lens (2002/03) e Lille (2014/15) também ‘caíram’ face ao FC Porto, enquanto o Bordeaux (1966/67), por moeda ao ar, e o Nantes (1971/72) foram as únicas equipas gaulesas a ‘tombar’ os ‘azuis e brancos’.

No total, o FC Porto soma 18 vitórias, sete empates e seis derrotas face a conjuntos gauleses, com 50 golos marcados e 24 sofridos, em 31 jogos.

Por seu lado, o Lyon ainda caiu perante o Sporting (1963/64) e o Vitória de Setúbal (1968/69), neste segundo caso imediatamente após ter eliminado a Académica (1968/69), sendo que também afastou o Farense (1995/96), na primeira e única presença dos algarvios nas Taças europeias.

O quinto encontro entre FC Porto e Lyon, a contar para a primeira mão dos oitavos de final da Liga Europa em futebol, está marcado para esta quarta-feira, no Estádio do Dragão, no Porto, a partir das 18h45 (hora francesa).

 

Donativos LusoJornal
X