Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

A terceira jornada do Campeonato francês da segunda divisão acabou na segunda-feira 14 de agosto à noite com dois jogos, a vitória do Lorient por 3-0 frente ao Châteauroux, e o empate sem golos ente o Nîmes e o Nancy. Após três jornadas, apenas duas equipas conseguiram garantir os nove pontos, e apenas o trio lusófono do Reims encontra-se na frente.

O Reims, que conta no seu plantel com três lusófonos, o guarda-redes guineense Edouard Mendy, o médio defensivo caboverdiano Danilson da Cruz, e o médio ofensivo brasileiro Diego Rigonato, venceu o seu terceiro jogo consecutivo, na sua deslocação ao terreno do Tours por 1-0. O golo foi apontado aos 94 minutos, nos últimos segundos do encontro, por Hassane Kamara. Uma vitória que garante a liderança partilhada da Ligue 2 com o Le Havre que também venceu pela terceira vez, frente ao Paris FC (3-0).

No entanto na tabela classificativa, o Le Havre está no primeiro lugar graças a uma melhor diferença de golos, tendo apontado dez golos e sofrido apenas um, enquanto o Reims marcou quatro golos e não sofreu nenhum. No terceiro lugar, isolado, encontramos o Sochaux com sete pontos depois da vitória (3-2) frente ao Lens.

De referir que cinco equipas (Lorient, Clermont, Niort, Valenciennes e Ajaccio) seguem nas posições seguintes com 5 pontos em três jogos. Nesse lote há mais lusófonos: O médio franco-português Mathias Pereira Lage e o defesa franco-caboverdiano Ludovic Soares, que atuam no Clermont, empataram sem golos frente ao Valenciennes, onde atuam os médios brasileiro Thiago Xavier, franco-português Laurent dos Santos e franco-português Tony Maurício.

Os jogadores lusófonos neste lote de equipas não acabam por aqui: O defesa brasileiro Felipe Saad e o lateral franco-caboverdiano Steven Moreira, que jogam no Lorient, venceram o Châteauroux (3-0), e o médio brasileiro Pedro Henrique Bueno, que integra a equipa do Niort, derrotou (2-0) o Auxerre.

De referir que por enquanto nenhum jogador lusófono conseguiu marcar nesta temporada 2017/2018 da Ligue 2.

Recorde-se que o único Treinador lusófono presente na Ligue 2, Emmanuel da Costa, que comanda a equipa do Quevilly-Rouen-Métropole, perdeu pela primeira vez (4-1) frente ao Bourg-en-Bresse.

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X