Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
JmucM3CarTc
Cultura

 

Esta semana Nuno Gomes Garcia conversa com Clara Chotil, autora de “Ópera Negra”.

Maria d’Apparecida teve um início de carreira marcado pelo racismo, mas obteve o merecido reconhecimento internacional em Paris. É então a vida de Maria d’Apparecida que a arquiteta franco-brasileira Clara Chotil transportou para “Ópera Negra”, um romance gráfico de quase 200 páginas.

A Clara, como salienta na abertura deste seu livro, inspirou-se no trabalho que a sua mãe, a jornalista e escritora Mazé Torquato Chotil, publicou em 2020. Esta é então uma missão levada a cabo por mãe e filha com o objetivo de resgatar do esquecimento esta enorme cantora lírica brasileira.

Não perca a conversa do escritor Nuno Gomes Garcia com Clara Chotil e descubra Maria d’Apparecida, a grande cantora lírica afro-brasileira admirada por Jorge Amado e Carlos Drummond.

 

Entrevista realizada no quadro do programa «O livro da semana» na rádio Alfa, apoiado pela Biblioteca Gulbenkian Paris

Horários de difusão na Rádio Alfa:

Quarta-feira, 12h30 (versão curta)

Domingo, 14h25 (versão integral)

Terça-feira, 01h25 (versão integral)

 

Donativos LusoJornal
X