Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.
Donativos LusoJornal

A associação Cap Magellan inicia hoje uma série de conferências “digitais” em escolas francesas, no quadro do programa LusoSup, para promover o ensino superior em Portugal.

Daqui até ao fim do ano, a associação faz uma intervenção hoje para os alunos do Liceu internacional de Saint Germain-en-Laye, dia 12 no Lycée Alexandre Dumas de Saint-Cloud, no dia 19 no Liceu Montaigne de Paris e no dia 23, em véspera de Natal, fará uma intervenção pública via Facebook.

“Até agora, a equipa de Cap Magellan deslocava-se a cada região para se encontrar com os alunos, para neste ano tão particular, os encontros serão feitos por via numérica” diz a associação numa nota enviada às redações. “Mesmo se um novo formato se impõe, os alunos continuarão a ser acompanhados pela Cap Magellan e desta vez, serão acompanhados também pelos respetivos professores, que se comprometeram participar nas conferencias ‘webinárias’”.

Estas apresentações servem para apresentar as opções de ensino em Portugal e motivar os alunos a enveredarem por um ciclo superior em Portugal ao abrigo da cota de 7% dos efetivos destinados a alunos lusodescendentes.

As conferências começam por uma apresentação da associação Cap Magellan, seguida pela apresentação das “8 razões para ir estudar em Portugal”. Seguem-se informações sobre os cursos e intercâmbios com universidades e politécnicos portugueses, assim como as vias de acesso ao ensino superior português: Erasmus, diploma duplo e contingente especial de 7% para lusodescendentes.

 

Ensino
X