8   +   7   =  

Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Serra Nogueira

 

Tenho saudades;

das montanhas

das auroras,

do orvalho das manhãs

da prata das auréolas

do silêncio dos vales

do eco dos silêncios.

 

Tenho saudades;

do por do sol

das noites de lua cheia

das sombras das árvores

do ar fresco da serra

dos serões de verão

das festas da aldeia.

 

Tenho saudades;

do medo das noites

do uivar dos lobos

do voo dos morcegos

dos chocalhos do gado

do cantar dos grilos

do pó dos caminhos.

 

Tenho saudades;

das viagens que não fiz,

Fiz no ventre delas!

das crenças das Ilusões

da minha infância!

da gente que ficou

da gente que partiu

 

Olga Diegues

Paris, 23 de julho de 2016

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 4 Votos
4.2
X