Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Walter Fernandes é certamente o mais conhecido e o mais bem posicionado dos candidatos portugueses nas eleições municipais em Limoges. O funcionário municipal que já nasceu em Limoges, filho de pais portugueses – o pai é de Moimenta da Beira e a mãe é de Ílhavo – concorre pela lista de cidadãos “Nouveau printemps pour Limoges” liderada pela jovem Marie de Ferluc.

O Maire Émile Roger Lombertie, eleito pela UMP em 2014, volta a candidatar-se a um segundo mandato, mas Céline Araújo da Costa, atual Conselheira municipal não está na lista de candidatos. Aliás, não há nomes portugueses na lista do atual Maire.

Sylvie Filipe da Silva é candidata em 35ª posição na lista “Vivons Limoges” liderada por Danielle Soury, que já é Conselheira municipal apoiada pelo partido La France Insoumise.

Na lista apoiada pelo partido La République en Marche, liderada por Monique Boulestin e por Eric Brunie, o ex-responsável regional pela CFDT Limousin, tem dois nomes portugueses: Maria da Rocha na 23ª posição e Béatrice Pereira na 37ª posição.

Alberto Bacelar é candidato, no fundo da lista «Pour faire entendre le camp des travailleurs» apoiada pela Lutte Ouvrière e liderada por Élisabeth Faucon.

Mónica Castro é candidata na lista liderada por Bernard Drobenko intitulada «L’écologie en commun».

Walter David Fernandes está na 8ª posição e é a primeira vez que se implica politicamente. “Já tinha sido abordado pelo passado, mas nunca aceitei estar colado a um partido, porque por vezes não concordamos com a posição do partido” diz ao LusoJornal, “aceitei agora integrar esta lista porque me souberam convencer e porque é uma lista independente, sem cor política, uma lista de cidadãos”.

Marie de Ferluc tem 34 anos, é professora de letras num dos colégios da cidade e é sobretudo filha de Pierre Lefort, um antigo membro do Partido socialista local, que se tornou crítico do partido e foi expulso. Foi Maire-Adjoint de Alain Rodet e atualmente é Conselheiro departemental no Canton de Limoges 4. O movimento é apoiado por Antoine Waechter, em nome do Mouvement écologiste indépendant.

Na lista dirigida por Marie de Ferluc e Daniel Gendarme, Walter David Fernandes surge numa “posição elegível”. Durante muitos anos animou um programa de rádio português na rádio RTF Limoges e chegou mesmo a animar um programa de televisão em Issoudun. Atualmente trabalha também para a produtora musical portuguesa de Paula Soares.

 

LusoJornal Artigos
X