Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

Nanterre: Grupo folclórico da Arcop comemorou 26 anos de existência

LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha LusoJornal / Mário Cantarinha

O Grupo folclórico da ARCOP de Nanterre comemorou no fim de semana passado 26 anos de existência com uma Noite de Rusgas no sábado 8 de fevereiro e um Festival folclórico no domingo 9.

O grupo foi criado 10 anos depois da criação da Associação recreativa e cultural dos originários de Portugal (ARCOP) de Nanterre e que até lá tinha apenas um grupo de futebol. Atualmente o grupo tem 52 elementos e já atuou em várias cidades de França e em vários países da Europa, nomeadamente em Portugal.

Na Noite de Rusgas participaram os grupos As Margens do Lima de Choisy-le-Roi, Os Minhotos do Distrito de Viana do Castelo de Vitry, Andorinhas de Portugal de Villejuif, Danças e cantares do Minho de Stains, Os Aventureiros de Thiais e ARCOP de Nanterre.

Já no Festival de folclore de domingo, participaram os grupos Aldeias do Minho de Malakoff, Flor do Lima de Villiers-le-Bel, Casa dos Arcos de Paris, Os Lusitanos de Saint Cyr-l’Ecole, Povo da Nóbrega de Créteil, Amizade e Sorrisos de Clamart e, claro, o grupo aniversariante, o grupo da ARCOP de Nanterre.

O evento teve lugar na Sala dos Congressos de Nanterre.

A sala estava cheia, essencialmente com jovens e também lá estava o Maire de Nanterre, Patrick Jarry. O Presidente da ARCOP, Manuel Brito destacou o facto de toda a equipa trabalhar gratuitamente e valorizou os membros da associação. “Quando vemos a sala cheia, dá gosto para o futuro. Se os grupos não tivessem aqui o público, não sentiriam o gosto que sentiram em estar em cima do palco” disse ao LusoJornal.

Para além dos eventos habituais da ARCOP – Manuel Brito costuma dizer que a associação está em festa todos os dois meses – as saídas do grupo folclórico também já preenchem todos os fins de semana até início de julho.

 

LusoJornal Artigos
X