Uma senha ser-lhe-á enviada por correio electrónico.

O avançado brasileiro Neymar assinou um contrato com o Paris Saint-Germain válido por cinco anos, anunciou ontem o clube francês, depois de realizar a transferência mais cara de sempre no futebol.

Neymar rescindiu o seu contrato com o FC Barcelona, pagando ao clube espanhol o valor da cláusula de rescisão, 222 milhões de euros, e esta sexta-feira está no Parque dos Príncipes, em Paris, para a conferência de imprensa de apresentação.

“Estou muito feliz por me juntar o Paris Saint-Germain. Desde a minha chegada à Europa, este clube tornou-se um dos mais competitivos e mais ambiciosos. O maior desafio, o que me motivou a juntar-me aos novos companheiros, é ajudar o clube a ganhar os títulos com que sonham os adeptos. A ambição do Paris Saint-Germain seduziu-me, tal como a paixão e a energia que provoca”, disse o jogador em comunicado.

Neymar, cuja transferência ‘pulveriza’ os 117 milhões de euros da passagem do francês Paul Pogba da Juventus para o Manchester United, será apresentado aos adeptos no sábado, antes do primeiro jogo do PSG no campeonato francês 2017/18, em casa, com o Amiens.

“Passei quatro anos na Europa e estou pronto para enfrentar o desafio. A partir de hoje, farei tudo ajudar a minha equipa a ganha, abrir novos horizontes ao meu clube e dar alegrias a milhões de adeptos espalhados pelo mundo”, acrescentou o jogador, de 25 anos.

Após quatro épocas no ‘Barça’, Neymar desfaz assim o tridente atacante que formava com o argentino Lionel Messi e com o uruguaio Luis Suárez e passa a ser a ‘estrela’ maior do PSG, clube em que alinha o português Gonçalo Guedes e cujo Diretor desportivo é Antero Henrique, antigo Administrador da SAD do FC Porto.

“É com muita alegria e muito orgulho que acolhemos Neymar Jr no Paris Saint-Germain. Neymar Jr é hoje um dos melhores do futebol mundial. A sua profunda cultura de vitória, a sua grande força de caráter e o seu sentido de liderança fazem dele um grande jogador. Vai trazer-nos uma energia muito positiva”, afirmou Nasser Al-Khelaïfi, Presidente PSG, que tem dominado o futebol francês, mas continua sem atingir o ambicionado triunfo na Liga dos Campeões.

“Em seis anos, construímos um projeto ambicioso que já nos conduziu ao mais alto nível do futebol nacional e europeu. Hoje, com a chegada de Neymar, tenho a convicção de que nos vamos aproximar (…) da realização dos nossos maiores sonhos”, acrescentou.

A ‘novela’ Neymar terminou ontem após algumas semanas de ‘namoro’ depois de um representante do jogador ter entregado ao FC Barcelona os 222 milhões de euros da cláusula de rescisão, embora o clube catalão tenha anunciado que iria levar o caso à UEFA para que o organismo avalie a base legal da operação.

Horas antes, a Liga de clubes espanhola tinha rejeitado o depósito do valor, alegando que o PSG não cumpria os pressupostos financeiros da UEFA.

Campeão olímpico com o Brasil em 2016, Neymar venceu a Liga dos Campeões ao serviço do FC Barcelona em 2015, sagrou-se campeão espanhol por duas vezes, venceu a Taça do rei em três ocasiões, ganhou uma Supertaça espanhol, uma Supertaça europeia e foi campeão do mundo de clubes.

 

 

 

Gostou deste artigo? Vote, participe!
Votação do Leitor 1 Voto
10.0
X