Chega

Partido ‘Chega’ defende um Ministério das Comunidades

Política

 

O partido Chega manifestou-se ontem favorável à mudança da tutela das Comunidades portuguesas e anunciou que irá apresentar a proposta da criação de um Ministério das Comunidades, conforme previsto no seu programa eleitoral.

As Comunidades portuguesas são tuteladas pelo Ministério dos Negócios Estrangeiros (MNE) e, segundo o Deputado Diogo Pacheco de Amorim, isso deve mudar, pois “os Portugueses na diáspora não são estrangeiros”.

O Deputado do Chega falava no plenário da Assembleia da República, durante a apreciação da petição “Português para Todos – Pelo direito das nossas crianças e jovens a um Ensino de Português no Estrangeiro de qualidade e gratuito” e de nove iniciativas parlamentares, da autoria de sete partidos, sobre o português no estrangeiro.

A mudança da tutela das Comunidades portuguesas é defendida pelo Conselho das Comunidades Portuguesas (CCP), o órgão de aconselhamento do Governo sobre emigração.

Segundo Pacheco de Amorim, o Chega não concorda com as Comunidades tuteladas pelo MNE, defendendo antes a criação de um Ministério das Comunidades. A medida consta do programa eleitoral do partido, recordou o Deputado.

 

Donativos LusoJornal