LusoJornal | Mário Cantarinha

Paulo Cafôfo diz que a situação do Consulado de Paris está a evoluir em bom ritmo

Comunidade

 

 

O Secretário de Estado das Comunidades Portugueses esteve no fim de semana passado em Pontault-Combault e disse ao LusoJornal que “vim aqui há um mês e vejo já resultados da nossa ação”.

Paulo Cafôfo referia-se ao Consulado Geral de Portugal em Paris, cujas críticas têm sido muitas devido ao saturamento do atendimento consular, praticamente sem vagas até ao fim do verão.

“Nós contratámos 5 novos funcionários para o nosso Consulado e no mês passado, o Senhor Cônsul-Geral disse-me que batemos o record em termos de atos consulares praticados. Isto significa que esses funcionários estão a fazer a diferença” disse Paulo Cafôfo que estava acompanhado pelo Cônsul-Geral Carlos Oliveira, pelo Cônsul-Geral Adjunto Filipe Ramalho Ortigão e pelo Adido Social Miguel Costa.

O balanço do Centro de Atendimento Consular que recentemente entrou em funcionamento em Alfândega da Fé, também é positivo. “Constato uma evolução positiva” diz Paulo Cafôfo, interrogado pelo LusoJornal.

O Cônsul-Geral Carlos Oliveira confirmou que agora os utentes que telefonam para o Consulado português na capital, têm alguém que os atende e deixaram de haver queixas por ninguém atender os telefones.

No entanto, a situação do atendimento consular continua saturada, pelo que os cinco novos funcionários que entraram ao serviço, são manifestamente insuficientes para que o “maior consulado português no mundo” tenha um atendimento satisfatório.

 

Donativos LusoJornal